PUBLICIDADE

Política

Fux será o próximo a deixar o STF; veja quando os demais ministros vão se aposentar

Aposentadoria compulsória estabelece que magistrados sejam afastados da Corte ao completar 75 anos

22 fev 2024 - 18h19
(atualizado às 18h45)
Compartilhar
Exibir comentários
Ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux.
Ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux.
Foto: Dida Sampaio/Estadão / Estadão

Depois de Rosa Weber deixar uma das cadeiras do Supremo Tribunal Federal (STF) e ser substituída por Flávio Dino nesta quinta-feira, 22, Luiz Fux será o próximo ministro aposentado compulsoriamente na Corte. Isto porque 75 anos é a idade máxima para permanência no STF - a regra, inclusive, vale para toda magistratura do País.

Atualmente, Fux é o ministro mais velho do Supremo. Ele tem 70 anos e fará 75 em abril de 2028.

Na composição atual do STF, a próxima a se aposentar compulsoriamente depois de Fux será a ministra Cármen Lúcia, que sairá do Supremo em abril de 2029.

O ministro mais novo do STF, em idade, é Cristiano Zanin, com 48 anos. Ele assumiu o cargo no ano passado, sendo o primeiro a ser indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu terceiro mandato. Com aposentadoria compulsória, o ministro garante quase 27 anos de permanência na Corte.

Pela idade, os próximos ministros a se aposentarem serão:

  • Luiz Fux, com 70 anos, em abril de 2028
  • Cármen Lúcia, com 69 anos, em abril de 2029
  • Gilmar Mendes, com 68 anos, em dezembro de 2030;
  • Edson Fachin, com 66 anos, em fevereiro de 2033;
  • Luís Roberto Barroso, com 65 anos, em março de 2033
  • Dias Toffoli, com 56 anos, em novembro de 2042;
  • Flávio Dino, com 55 anos, em abril de 2043
  • Alexandre de Moraes, com 55 anos, em dezembro de 2043;
  • Nunes Marques, com 51 anos, em maio de 2047;
  • André Mendonça, com 51 anos, em dezembro de 2047
  • Cristiano Zanin, com 48 anos, em novembro de 2050.
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade