1 evento ao vivo

Diplomatas de carreira são cotados para o Itamaraty

8 nov 2018
07h44
atualizado às 08h08
  • separator
  • comentários

Os embaixadores Luís Fernando de Andrade Serra, que até meados do ano chefiava a representação do Brasil na Coreia do Sul, e José Alfredo Graça Lima, ex-subsecretário de Assuntos Econômicos, são cotados para ocupar o posto de ministro das Relações Exteriores, segundo fonte da equipe de transição.

Serra foi, até meados do ano, embaixador do Brasil na Coreia do Sul. Ele conheceu o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), durante o tour do então pré-candidato pela Ásia no início do ano. Houve afinidade entre os dois. O embaixador está no Brasil, aguardando ser designado para alguma função na estrutura do ministério em Brasília.

Fachada do Palácio do Itamaraty, em Brasília
Fachada do Palácio do Itamaraty, em Brasília
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Diplomata de grande projeção em temas econômicos, o embaixador José Alfredo Graça Lima também está bem cotado para o posto. Ele foi representante permanente do Brasil junto à União Europeia e seu último posto no Itamaraty antes de aposentar-se, em 2016, foi o de subsecretário para Assuntos de Integração, Econômicos e Comércio Exterior. Entre suas atribuições, estava a supervisão da atuação brasileira na Organização Mundial do Comércio (OMC) e no Mercosul.

Os dois preenchem o critério informado nesta quarta-feira, 7, por Bolsonaro: são diplomatas de carreira. O presidente eleito deve escolher seu chanceler ainda esta semana. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

 

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade