PUBLICIDADE

Política

'Bastava me pedir', diz Michelle Bolsonaro após Moraes decidir pela quebra de seu sigilo bancário

Ex-primeira-dama afirmou "estar em paz" e não ter "nada a temer"; ela alega ser vítima de "perseguição política"

18 ago 2023 - 10h22
(atualizado às 10h38)
Compartilhar
Exibir comentários
O ex-presidente da República Jair Bolsonaro com a ex-primeira dama, Michelle Bolsonaro.
O ex-presidente da República Jair Bolsonaro com a ex-primeira dama, Michelle Bolsonaro.
Foto: WILTON JUNIOR / ESTADAO / Estadão

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro criticou nesta sexta-feira, 18, a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, que autorizou a quebra de seu sigilo bancário e fiscal. 

"Pra quê quebrar meu sigilo bancário e fiscal? Bastava me pedir! Quem não deve, não teme!", afirmou a ex-primeira-dama pelas redes sociais. Na postagem, a esposa de Jair Bolsonaro também afirmou "estar em paz" e não ter "nada a temer".

Michelle Bolsonaro ainda declarou que tem enfrentado situações de perseguição, porém, ressaltou que não será abalada por elas: "Fica cada vez mais claro que essa perseguição política, cheia de malabarismo e inflamada pela mídia, tem como objetivo manchar o nome da minha família e tentar me fazer desistir. Não conseguirão! Estou em paz!."

Além de Michelle, Moraes autorizou a quebra do sigilo bancário de contas no exterior em nome do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), do seu ex-ajudante de ordens Mauro Cid e do general da reserva Mauro César Lourena Cid, pai de Mauro Cid. 

Diamante e relógio de ouro: conheça joias sauditas recebidas por Bolsonaro Diamante e relógio de ouro: conheça joias sauditas recebidas por Bolsonaro

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade