PUBLICIDADE

Política

Lula demite Ana Moser e convida André Fufuca para Ministério do Esporte

Além do progressista, Lula convidou o também deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) para assumir o Ministério dos Portos

6 set 2023 - 19h32
(atualizado às 21h44)
Compartilhar
Exibir comentários
André Fufuca (PP-MA) e Silvio Costa Filho (Republicanos-PE)
André Fufuca (PP-MA) e Silvio Costa Filho (Republicanos-PE)
Foto: Reprodução/ Instagram

Chegou ao fim o mistério sobre a minirreforma ministerial promovida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nove meses após começar o 3º mandato como chefe do Executivo Federal. O petista convidou o deputado federal André Fufuca (PP-MA) para assumir o Minisério do Esporte, antes comandado por Ana Moser.

Além do progressista, Lula convidou o também deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) para assumir o Ministério dos Portos e Aeroportos. Outra novidade a ser anunciada por Lula é a realocação do Márcio França no futuro Ministério das Micro e Pequenas Empresas.

A nomeação e posse nos novos cargos deverá acontecer depois que Lula voltar da reunião do G20. O petista vai participar na quinta, 7, da solenidade do Dia da Independência em Brasília e viajará em seguida para a Índia. 

O anúncio vai sela a entrada do PP, partido do presidente da Câmara, Arthur Lira (AL), ex-aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro, no governo Lula, e também do Republicanos, legenda que tem como um dos expoentes Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo e ex-ministro de Bolsonaro. A troca visa buscar a criação de uma base de apoio parlamentar do governo mais estável na Câmara, após alguns sobressaltos em votações nos últimos meses. 

Segundo duas fontes da Câmara, a pasta do Esporte sob o comando do PP será turbinada e deverá ter uma nova secretaria que vai cuidar da regulamentação das apostas esportivas.

Além da mudança nos ministérios, uma fonte palaciana e outra ligada ao presidente da Câmara disseram que também vai haver troca no comando da Caixa Econômica Federal e da recriada Fundação Nacional da Saúde (Funasa), mas somente após Lula voltar da viagem internacional.

A fonte ligada a Lira disse que, em relação à Caixa, é preciso fazer uma rodada de conversas com partidos do chamado centrão sobre os nomes que vão ocupar a diretoria do banco. A ex-deputada federal Margareth Coelho (PP-PI), atual diretora Nacional do Sebrae, resiste a assumir a presidência do banco.

*Com informações da Reuters.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade