4 eventos ao vivo

A militares, Dilma diz que Brasil é democrático e respeita diretos humanos

8 ago 2013
16h29
atualizado às 16h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Dilma e Amorim participaram de cerimônia de apresentação de oficiais-generais promovidos, no Palácio do Planalto</p><p> </p>
Dilma e Amorim participaram de cerimônia de apresentação de oficiais-generais promovidos, no Palácio do Planalto
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Em um discurso protocolar em razão da cerimônia de promoção de novos generais, a presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira que o Brasil é “um novo país” que respeita direitos. A exemplo de outras solenidades militares, o restante da fala da presidente exaltou as Forças Armadas e destacou ações brasileiras em missões de paz. 

“Os senhores são generais de um novo país, um Brasil democrático e plural, respeitador dos direitos humanos e ocupante de posição muito destaca no cenário internacional”, afirmou a presidente, em discurso. “Neste novo Brasil, a sociedade confia nas Forças Armadas para garantir a nossa soberania, para garantir a nossa segurança.”

Dilma também citou as forças de paz e destacou a importância dos militares na política externa. “As Forças Armadas brasileiras são um elemento fundamental para o êxito da nossa política externa pacífica por meio da relação de confiança mútua que é estabelecida com os países com os quais nos relacionamos”, afirmou. 

<p>A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Defesa, Celso Amorim</p><p> </p>
A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Defesa, Celso Amorim
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Veja também:

Criminosos fortemente armados assaltam bancos em Criciúma, fazem reféns e deixam cidade sitiada
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade