PUBLICIDADE

Polícia

Repórter do Terra é ferido por bomba da PM durante protesto

Repórter da rádio Guaíba também ficou ferido durante ação da polícia contra manifestantes durante novo ato contra a Copa do Mundo em Porto Alegre

18 jun 2014 - 13h28
(atualizado às 18h41)
Compartilhar
Exibir comentários
<p>Repórter do Terra foi atingido no braço (foto) por estilhaços de bomba de efeito moral lançada pela polícia para conter avanço de manifestantes durante novo ato contra a Copa do Mundo em Porto Alegre</p>
Repórter do Terra foi atingido no braço (foto) por estilhaços de bomba de efeito moral lançada pela polícia para conter avanço de manifestantes durante novo ato contra a Copa do Mundo em Porto Alegre
Foto: Daniel Favero / Terra

Manifestantes que protestavam contra a Copa do Mundo em Porto Alegre entraram em confronto com a Polícia Militar no início da tarde desta quarta-feira. O confronto ocorreu durante a realização da partida entre Holanda e Austrália no Estádio Beira Rio, na capital da gaúcha.

Durante o enfrentamento, os repórteres Daniel Favero, do Terra, e Cristiano Soares, da rádio Guaíba, foram atingidos por estilhaços de bombas de efeito moral arremessada pelos policiais contra os manifestantes. Os estilhaços das bombas atingiram Daniel no braço e na barriga e Cristiano, na mão. Os dois receberam atendimento médico da polícia no local e estão no momento sendo atendidos no Hospital de Pronto-Socorro.

<p>O rep&oacute;rter da r&aacute;dio Gua&iacute;ba Cristiano Soares, atingido na m&atilde;o durante cobertura de protesto em Porto Alegre</p>
O repórter da rádio Guaíba Cristiano Soares, atingido na mão durante cobertura de protesto em Porto Alegre
Foto: Daniel Favero / Terra

Cerca de 200 manifestantes estavam reunidos desde as 11h na Praça Argentina, região central da cidade, para mais um ato contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. Por volta das 13h, horário de início da partida válida pela segunda rodada da fase de grupos na cidade, os manifestantes começaram a marchar contra um cordão de isolamento da polícia.

Quando se encontravam a poucos metros do cordão, os policiais arremessaram bombas de efeito moral para conter o avanço do protesto. Os estillhaços atingiram os repórteres, que se encontravam cobrindo o protesto entre os policiais e os manifestantes.

Balanço inicial da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul aponta cinco feridos no protesto: os dois repórteres de Terra e Guaíba, um repórter que não quis se identificar e dois manifestantes. Um novo boletim da SSP será publicado ainda na tarde de hoje.

Este é pelo menos o terceiro protesto realizado em Porto Alegre desde o início da Copa do Mundo. No dia 12, data da abertura da Copa, a jornalista da CNN Barbara Arvanitidis também foi ferida durante a cobertura de um protesto contra o mundial da Fifa em São Paulo.

Repórter do Terra é ferido durante protesto contra a Copa:

RS: manifestantes protestam contra a Copa em Porto Alegre:
Colaborou com esta notícia o leitor Gustavo Sakata, de Porto Alegre (RS),  que participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade