0

PF apreende dois adolescentes e prende 14 por pornografia infantil

Operação foi deflagrada em 16 cidades de nove Estados nesta sexta-feira

7 jun 2013
19h55
atualizado às 19h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Dois menores foram apreendidos e 14 pessoas presas em flagrante, por possuírem em suas casas imagens de pornografia com crianças e adolescentes. As prisões ocorreram em decorrência da Operação Infância Segura, deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta-feira, em nove Estados. 

Segundo a Polícia Federal, 26 mandados de busca e apreensão, em 16 cidades de nove Estados foram cumpridos hoje.

Em São Paulo, foram cumpridos mandados na capital e nas cidades de Cafelândia, Taubaté e Bauru. No Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, Caxias do Sul e Rio Grande. No Paraná, em Cascavel e Foz do Iguaçu. No Rio de Janeiro, em Nova Iguaçu e Campos dos Goytacazes e em Santa Catarina na cidade de Bombinhas. Além dessas cidades, a PF cumpriu mandados também em Brasília, Belém, Aracaju e Belo Horizonte. 

Em Sergipe, um homem de 24 anos foi preso em flagrante. Com ele, foi apreendido um notebook, com imagens pornográficas com crianças e adolescentes. Ele foi indiciado por “vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”, como prevê o artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A pena é de até 5 anos de prisão e multa. 

No Distrito Federal, outro homem, de 20 anos, foi detido na cidade-satélite de Taguatinga. Em um HD, a polícia localizou vídeos pornográficos. A mera posse de material pornográfico é crime previsto no ECA.

Segundo a delegada Tatiana da Costa Almeida, do Grupo Especializado de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil na Internet da PF, a ação é importante para coibir novas ações de pedófilos. “Por trás de cada imagem daquela (com crianças e adolescentes) existe uma criança abusada, e, quanto mais existir uma demanda por imagem de pornografia infantil, mais você vai ter crianças abusadas”, disse a delegada.

A operação Infância Segura é um desdobramento da Operação Dirty Net, deflagrada no ano passado no Rio Grande do Sul, na qual 32 pessoas foram presas. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade