0

MA: comissões de direitos humanos dizem ter sido barradas em Pedrinhas

10 jan 2014
21h14
atualizado às 21h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Representantes das comissões de direitos humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) afirmam que foram barrados de visitar o complexo penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, na tarde desta sexta-feira.

De acordo com nota publicada pela Alema, a presidente da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias (CDHM) do legislativo estadual, a deputada Eliziane Gama (PPS), visitaria o local às 15h desta sexta-feira “para ouvir os parentes das vítimas dos atentados ocorridos na região metropolitana de São Luís”. 

Em sua conta no Twitter, porém, a deputada afirmou que foi impedida de seguir sua visita no complexo penitenciário e classificou a situação como um “absurdo”. “Absurdo! Comissão de direitos humanos da Assembleia e da OAB, somos impedidos de continuar visita no complexo de Pedrinhas”, publicou Gama na rede social. 

De acordo com funcionários da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) do Maranhão ouvidos pelo Terra, a entrada das comissões foi barrada por “ordens superiores”.

O Terra entrou em contato com o governo do Maranhão, mas não obteve resposta sobre o episódio até o momento da publicação desta matéria. 

 

Veja também:

Polícia investiga ação do PCC nas eleições em SP
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade