PUBLICIDADE

SP lança apps para acionar PM e Bombeiros; veja onde baixar

Pasta anunciou ainda ter adquirido 3,1 mil novas armas de choque com objetivo de diminuir letalidade policial no Estado

5 jan 2022 19h05
| atualizado às 19h40
ver comentários
Publicidade

O governo de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 5, os aplicativos 190 SP e Bombeiros Emergência 193, soluções que permitem acionar serviços da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros sem ligação de voz e por meio do celular. A pasta anunciou ainda a aquisição de 3,1 mil novas armas de choque, elevando para 7,5 mil a quantidade de equipamentos desse tipo disponíveis aos agentes. O objetivo desse segundo investimento, conforme o governo paulista, é diminuir a letalidade policial no Estado.     

O governador João Doria (PSDB) explicou em coletiva nesta quarta-feira que os aplicativos são mais "um canal rápido e eficiente para o atendimento emergencial de qualquer cidadão de São Paulo que queira acionar a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros". "Essa é uma iniciativa inédita, inovadora e a primeira que se realiza no Brasil", disse o governador. Ele destacou que países como Estados Unidos, Canadá e Japão contam com serviços parecidos.

De acordo com o secretário-executivo de Segurança Pública do Estado de São Paulo, coronel Alvaro Camilo, tanto o 190 quanto o 193 poderão ser acionados de forma gratuita e diretamente do celular. Para isso, será necessário fazer um pré-cadastro com informações como nome completo, CPF, telefone e e-mail para validação do cadastro. As solicitações podem ser feitas logo em seguida. 

Governo de São Paulo lançou aplicativos para acionar PM e Bombeiros
Governo de São Paulo lançou aplicativos para acionar PM e Bombeiros
Foto: Divulgação

"Ele (o solicitante) não precisa falar e, mais importante ainda, não vai passar pelo sistema de triagem 190", disse Camilo. Outra vantagem, segundo o coronel, é que os aplicativos poderiam inibir a prática de trotes, uma vez que, a partir do momento em que o usuário aceita os termos e se cadastra nos aplicativos, ele compartilha sua geolocalização.     

Por ora, os aplicativos abarcam uma quantidade limitada de serviços atendidos pelas corporações, mas o objetivo é que em breve tornem-se mais abrangentes e que haja inclusive a possibilidade de enviar fotos para comprovar as solicitações.

O aplicativo Bombeiros Emergência 193 já está disponível em versão de testes para download nos sistemas Android e iOS. O 190 SP estará disponível em breve.

Arma de choque

A outra novidade apresentada pelo governo de São Paulo nesta quarta foi a aquisição de 3,1 mil novas armas de choque pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). O investimento foi de R$ 20 milhões. "Este equipamento diminui a letalidade policial sem comprometer a sua eficiência. Faz parte do esforço do governo de São Paulo em avançar seus programas de segurança, reduzindo a letalidade", disse o governador João Doria.

"Já no ano passado nós reduzimos em 29,5% o índice de letalidade em São Paulo. Foi o maior crescimento na redução da letalidade em todo o País, e uma das razões foi a aquisição de 3,1 mil câmeras, as bodycams (que são integradas ao uniforme dos policiais)", explicou.

Segundo o coronel Alvaro Camilo, a aquisição de mais unidades da chamada arma de incapacitação neuromuscular "protege a vítima, protege o policial e, mais do que isso, protege o próprio agressor". Camilo explicou que arma de choque pode atingir os agressores em uma distância de até sete metros. Pelo procedimento operacional da SSP, a distância indicada, contudo, é de quatro metros e meio, o que aumentaria as chances de acertar o alvo.

"Ele (o agressor) perde toda a capacidade muscular, mas não perde a consciência. Acaba caindo no local em que está e permite a intervenção policial e mobilização", apontou o coronel.

Estadão
Publicidade
Publicidade