0

Pedestre morre atingido por botijão lançado pela janela

Pessoa que lançou o objeto prestou depoimento e foi detida; duas ruas tiveram de ser interditadas

12 out 2020
18h58
atualizado às 19h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

RIO - Uma pessoa que caminhava pela rua Aires Saldanha, em Copacabana (zona sul do Rio), na tarde desta segunda-feira (12), morreu ao ser atingida por um botijão de gás lançado pela janela de um apartamento. A pessoa que lançou o botijão foi detida.

Seguindo a regra de reajustes trimestrais para o GLP, o aumento de 5% atinge o gás de cozinha, que é o botijão de 13 kg, utilizado em domicílios, e também o GLP industrial e comercial
Seguindo a regra de reajustes trimestrais para o GLP, o aumento de 5% atinge o gás de cozinha, que é o botijão de 13 kg, utilizado em domicílios, e também o GLP industrial e comercial
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília / Estadão Conteúdo

Segundo a Polícia Militar, o episódio aconteceu por volta das 16h, quase na esquina das ruas Aires Saldanha e Djalma Ulrich. As duas ruas foram parcialmente interditadas. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ir ao local, mas os profissionais constataram que a vítima já estava morta.

O acusado de atirar o botijão pela janela é um homem, que foi levado para a 13º DP (Copacabana), onde prestou depoimento. Até as 18h15 não haviam sido esclarecidas as circunstâncias em que a pessoa lançou o objeto nem divulgadas as identidades dela e da vítima.

Veja também:

Flagrado com dinheiro na cueca, Chico Rodrigues pede afastamento do Senado por 90 dias
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade