PUBLICIDADE

Jovem morta com tiro na cabeça em Agudo foi vítima de feminicídio

Autoria do crime está esclarecida, e investigações apontam motivação passional

24 abr 2024 - 11h58
Compartilhar
Exibir comentários

Nesta quarta-feira (24), a Delegacia de Polícia de Agudo anunciou a resolução do caso de feminicídio que chocou a cidade na madrugada de domingo (21). Maysa Ruy Andrade, 20 anos, foi encontrada sem vida, com um ferimento causado por disparo de arma na cabeça, em uma área de vegetação na localidade de Rincão do Mosquito, no interior do município.

Foto: Reprodução / Porto Alegre 24 horas

De acordo com informações da Polícia Civil, a autoria do crime já foi esclarecida, e as investigações apontam que a motivação pode ter sido de cunho passional. Atualmente, o foco da polícia é localizar o autor do homicídio.

Para garantir a preservação das investigações em curso, a delegada Alessandra Padula, responsável pelo expediente da Delegacia de Agudo, anunciou que não serão divulgadas mais informações sobre o caso neste momento.

Sepultamento:

O velório de Maysa teve início na noite de terça-feira (23) na Capela Esmeralda do Complexo Velatório AM Brum Angelus Oeste, localizada na Avenida Hélvio Basso. O sepultamento está agendado para as 14h desta quarta-feira (24), no Cemitério Ecumênico Municipal de Santa Maria.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade