PUBLICIDADE

Homem é preso suspeito de usar nome falso por cerca de 15 anos em SC

Segundo a polícia, ele chegou a registrar os próprios filhos com nome falso

21 fev 2024 - 22h16
(atualizado às 22h26)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um homem de 43 anos foi preso suspeito de falsificação de documento e falsidade ideológica em Brusque, SC, após a Polícia Científica compartilhar informações sobre uso de documento falso.
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem de 43 anos passou cerca de 15 anos utilizando documentos falsos em Santa Catarina. Ele foi preso pela Polícia Civil em Brusque, no Vale do Itajaí, na segunda-feira, 19, suspeito de falsificação de documento e falsidade ideológica.

As investigações iniciaram quando a Polícia Científica compartilhou informações com a Polícia Civil sobre possível uso de documento falso pelo suspeito. Segundo as autoridades, a prisão aconteceu  por volta das 14h30, no bairro Santa Terezinha. 

Um inquérito foi instaurado para apurar a situação, e a Polícia Civil pediu a prisão preventiva e busca e apreensão na casa do suspeito. O Ministério Público concordou com as providências, e o Poder Judiciário decretou as medidas cautelares.

Os policiais encontraram com ele uma pequena quantidade de maconha, vários cartões bancários, cheques, documentos de uma empresa na cidade e uma carteira de motorista, todos com nome falso, informa a corporação. 

Segundo a Polícia Civil, as investigações apontam que o homem usou documentos falsos em várias oportunidades. Entre outras irregularidades, ele registrou os próprios filhos com nome falso. O suspeito chegou a ser preso por falta de pagamento de pensão alimentícia, com outro nome. 

O homem foi interrogado na Delegacia de Polícia, na presença do seu advogado, encaminhado para o sistema prisional, e aguarda a conclusão das investigações e decisão judicial.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade