PUBLICIDADE

Homem é morto a tiros em frente a creche em SC; mulher e criança ficam feridas

Vítima foi alvo de criminosos enquanto deixava esposa e filha na escola; Polícia diz que ataque a tiros não tem relação com unidade escolar

4 mar 2024 - 12h07
(atualizado às 12h33)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um homem foi morto a tiros em frente a uma creche no Vale do Itajaí (SC), durante a manhã desta segunda-feira. Uma mulher e uma criança também ficaram feridas. Segundo a PM, não há ligação entre o crime e a unidade de ensino.
Homem foi morto em frente a escola em Indaial (SC)
Homem foi morto em frente a escola em Indaial (SC)
Foto: Reprodução/HC Notícias

Um homem foi morto a tiros em frente a uma creche em Indaial, no Vale do Itajaí (SC), durante a manhã desta segunda-feira, 4. Uma mulher e uma criança também ficaram feridas com o ataque. De acordo com a Polícia Militar, o episódio não tem relação com a unidade de ensino, e a vítima teria passagens criminais. 

Segundo o site NSC Total, o homem teria deixado a esposa e a filha na Unidade de Educação Infantil Hilário Buzzarello, localizada na Rua Montevidéu, no bairro Tapajós. Segundo a PM, enquanto a vítima estava no veículo, criminosos chegaram em um carro branco e dispararam na direção dele ao menos 16 vezes. 

Os bandidos ainda teriam esperado mãe e filha descerem do Jeep Renegade da família para começarem o ataque contra o homem. 

Conforme a Secretaria de Educação de Indaial, um dos disparos atingiu a perna da mãe de um dos alunos da unidade, que passava pela rua, e uma criança de raspão. As duas vítimas foram encaminhadas ao Hospital Beatriz Ramos e não correm risco de morte. A esposa e a filha da vítima não foram atingidas. O homem morreu na hora. 

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o tenente-coronel Mário Elias, comandante do 32º Batalhão da PM, informou que a vítima estava na cidade há pouco tempo, e que tinha ligação com o crime organizado. 

“As informações iniciais que a gente tem é de que o indivíduo que acabou morto aqui no local é um indivíduo que tem, inclusive, mandado de prisão por homicídio. Ele estaria envolvido com tráfico de drogas em outro estado, teria saído de lá e vindo para Santa Catarina. Aparentemente, nós recebemos a informação de que ele teria mudado de facção e que o fato de hoje, teria relação com esse passado dele", afirmou. 

Ainda segundo o comandante, o homicídio do homem não tinha qualquer relação com a unidade educacional. "Ficou bastante claro que nada tem a ver com o ambiente escolar, só para tranquilizar a população", frisou. 

Em nota, a Secretaria de Educação de Indaial informou que o crime que ocorreu nas imediações da UEI Hilário Buzzarello teria ligação com um suposto acerto de contas de uma gangue de tráfico. 

"Diante dos fatos, a Secretaria de Educação de Indaial reitera que se trata de um crime direcionado. As autoridades competentes estão conduzindo uma investigação. É importante ressaltar que esse incidente não está relacionado a qualquer ataque direcionado à Unidade de Educação Infantil", declara a pasta.

"Entendemos completamente a preocupação dos pais e responsáveis em buscar seus filhos nas instalações educacionais. Queremos garantir que, se desejarem, poderão fazer isso sem qualquer interrupção no atendimento usual. A SED também está com a equipe de psicólogos na UEI para atendimento a todos", completou a nota.  

O Terra tentou mais informações sobre o caso com as polícias Civil e Militar, mas até o momento, não teve retorno. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade