PUBLICIDADE

Famílias resistem a reintegração de posse em São Paulo

31 ago 2015 08h13
| atualizado às 09h14
ver comentários
Publicidade

Cerca de 500 famílias resistem a uma reintegração de posse em uma comunidade localizada no Jardim Clímax, na zona sul da capital paulista. Moradores atearam fogo em entulhos e fizeram barricadas nas entradas da comunidade. Não houve confronto com a Polícia Militar até as 7h, mas a Tropa de Choque acompanha a ação.

Foto: FuturaPress

A área particular, localizada na Rua Professor Artur Primavesi, está ocupada há mais de dois anos. No local, 70% das construções são de alvenaria. Alguns dos barracos de madeira pegaram fogo durante a reintegração, segundo os moradores.

O morador Alexandro Silva, promotor de vendas, de 36 anos, diz que resolveu ir embora da comunidade durante a madrugada, assim que viu o fogo das barricadas. “Estou na casa da minha sogra temporariamente, mas não sei para onde ir. Os outros [moradores] já estão procurando um terreno para ocupar. Tem gente lá que não tem nem mesmo para onde ir”, disse.

O pedido de reintegração foi feito pela construtora Atua Projetos Imobiliários. A decisão partiu da 3ª Vara Cível do Foro Regional 3, Jabaquara.

Boneco inflável de Lula retorna a protesto 'escoltado':

 

Agência Brasil Agência Brasil
Publicidade
Publicidade