1 evento ao vivo

Cratera de 50 metros se abre em conjunto habitacional de SP

Buraco tem 50 metros de comprimento, cinco de largura e dois de profundidade

5 fev 2019
04h31
atualizado às 08h14
  • separator
  • comentários

SÃO PAULO - O solo cedeu e abriu uma cratera no estacionamento do conjunto habitacional Cingapura da Avenida Zaki Narchi, região do Carandiru, zona norte de São Paulo, na madrugada desta terça-feira, 5.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o desmoronamento provocou uma fissura de 50 metros de comprimento, 5 metros de largura e 2 metros de profundidade. Com base nas imagens registradas pela corporação, é possível constatar que ao menos um veículo caiu na fenda.

Imagem do buraco que se abriu no conjunto habitacional
Imagem do buraco que se abriu no conjunto habitacional
Foto: Bombeiros SP

Três viaturas dos bombeiros foram encaminhadas ao local do episódio, que não deixou vítimas. Equipes da Defesa Civil municipal se deslocaram ao local, mas até o momento não sabem informar as razões do incidente.

Em 2016, o rompimento de uma galeria provocou a abertura de outra cratera, com cerca de 20 metros de comprimento, na área de lazer do mesmo conjunto habitacional.

Cerca de cinco anos antes, em 2011, os moradores do Cingapura Zaki Narchi organizaram um protesto após uma decisão judicial que ordenava a retirada dos moradores do local. Na época, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) apontou para a existência de gás metano no subsolo do terreno, com risco de explosão.

Veja também

 

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade