1 evento ao vivo

Alça norte de viaduto que desabou moveu 5 cm, diz Ibape

Queda de viaduto causou duas mortes em Belo Horizonte (MG)

5 jul 2014
14h49
  • separator
  • comentários

A alça norte do viaduto em construção que desabou em Belo Horizonte (MG) se deslocou cinco centímetros. "Isso é visual. Como um é junto do outro, no momento que um caiu, puxou o outro", explicou o diretor técnico nacional do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape), Clémenceau Chiabi Saliba Júnior.

As imagens de fotógrafos e cinegrafistas mostram o que seria um colapso total da obra em uma área com baixa movimentação
As imagens de fotógrafos e cinegrafistas mostram o que seria um colapso total da obra em uma área com baixa movimentação
Foto: Victor R. Caivano / AP

De acordo com ele, a estrutura está sendo monitorada desde a queda e não se movimentou mais. "Vai ser feita uma análise para verificar se há risco de cair", ressaltou. Chiabi explicou que o deslocamento de cinco centímetros é considerado pequeno perto da dimensão da estrutura de apoio. "Está estável e a área no entorno foi toda isolada", disse. Quanto às causas que levaram à queda de parte da obra, o diretor técnico informou que a perícia ainda está na fase preliminar. 

Ainda neste sábado, existe a possibilidade de se iniciar a demolição da estrutura que desabou. A Defesa Civil de Belo Horizonte disse que depende apenas da liberação da Polícia Civil. Os equipamentos e equipes destinados para este fim já estão no local. 

O viaduto em construção localizado na avenida Dom Pedro I, região norte da capital mineira, caiu na quinta-feira. A estrutura despencou e atingiu um micro-ônibus, dois caminhões e um Uno. Os motoristas do coletivo e do automóvel morreram. Outras 23 pessoas ficaram feridas. 

A estrutura que ruiu estava em fase de acabamento e seria entregue no final do mês. No início de fevereiro, outro viaduto do mesmo complexo de obras para a instalação do sistema de transporte rápido por ônibus (BRT), o Montese, teve que ser interditado devido a um problema estrutural - parte do viaduto em construção se deslocou, lateralmente, cerca de 30 centímetros em relação à estrutura.

O BRT faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana. A estrutura passa sobre a avenida Dom Pedro I, que é uma das vias de acesso ao Aeroporto de Confins e ao Estádio Mineirão.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade