0

Bolsonaro diz que fará novo teste para covid-19

Presidente falou a apoiadores nesta segunda-feira (6) que fez exame no pulmão, onde não foram detectadas anormalidades; no entanto, ele não detalhou quando nem por que espera novo exame para a doença causada pelo coronavírus.

6 jul 2020
21h10
atualizado em 7/7/2020 às 07h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Bolsonaro em foto de junho; o presidente anunciou que fez novos exames para covid-19
Bolsonaro em foto de junho; o presidente anunciou que fez novos exames para covid-19
Foto: REUTERS/Adriano Machado / BBC News Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou no início da noite desta segunda-feira (6) que faria um novo exame para diagnóstico da covid-19, sem detalhar em sua breve fala, no entanto, se está com sintomas da doença.

Em nota enviada à reportagem por volta de 22h, a Secretaria de Comunicação da Presidência afirmou que Bolsonaro realizou o teste da covid-19 na noite da segunda-feira em hospital de Brasília, com resultado previsto para terça-feira.

"O presidente apresenta, nesse momento, bom estado de saúde e está em sua residência", diz a nota.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, Bolsonaro fez o teste no Hospital das Forças Armadas após acordar com dores no corpo. Já a colunista Cristiana Lôbo, da Globonews e G1, publicou que o presidente cancelou agenda desta terça-feira para aguardar o resultado do exame.

Na chegada ao Alvorada, Bolsonaro foi recebido por apoiadores e logo falou que precisava manter distância.

"Não posso chegar muito perto não, tá... Recomendação aí, pra todo mundo", disse, de máscara, conforme mostram vídeos gravados por apoiadores e exibidos nas redes sociais.

"Tô evitando, que eu vim do hospital, fiz uma chapa (exame de imagem) no pulmão. Tá limpo o pulmão, tá certo... vou fazer exame do covid agora. Mas tá tudo bem."

Em maio, o Planalto, por meio da Advocacia Geral da União (AGU), precisou divulgar o resultado — na ocasião, negativo — de um exame do presidente para a covid-19 por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

O caso que chegou à corte foi aberto pelo jornal O Estado de São Paulo, que acionou a Justiça para ter acesso aos testes de covid-19 feitos anteriormente pelo presidente.

O presidente havia se recusado a divulgar o resultado, o que, segundo a acusação do jornal, configurava um "cerceamento à população do acesso à informação de interesse público".

Veja também:

Lava Jato prende secretário de Transportes de SP por supostos desvios na Saúde
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade