PUBLICIDADE

Bolsonaro a repórter: 'Vontade de encher a boca de porrada'

Repórter fez pergunta sobre repasses do ex-assessor de Flávio à primeira-dama

23 ago 2020 16h20
| atualizado às 17h16
ver comentários
Publicidade

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo, 23, ter "vontade de encher de porrada" um jornalista do jornal O Globo em frente à Catedral Metropolitana de Brasília.

Durante uma visita à feirinha de artesanato no local, ao descer do carro, Bolsonaro foi questionado pelo jornalista sobre repasses de R$ 89 mil feitos por Fabrício Queiroz, ex-assessor de seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), feitos à primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto
05/08/2020 REUTERS/Adriano Machado
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto 05/08/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

"Vontade de encher tua boca de porrada", respondeu Bolsonaro ao repórter. Jornalistas que acompanhavam a visita questionaram se a declaração era uma ameaça, mas o chefe do Executivo não respondeu mais e seguiu com a visita. Depois, voltou ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. O Palácio do Planalto foi questionado pelo Estadão sobre o teor da frase, mas não se manifestou.

Movimentações do extrato bancário de Márcia de Oliveira Aguiar, anexados à investigação sobre suposto esquema de "rachadinha" no gabinete do senador Flávio Bolsonaro enquanto era deputado estadual no Rio, registram que seis cheques da mulher do ex-assessor Fabrício Queiroz foram compensados em favor da mulher do presidente Jair Bolsonaro em 2011, totalizando R$ 17 mil. Somados aos depósitos feitos por Fabrício tempos depois, o total chega a R$ 89 mil.

Estadão
Publicidade
Publicidade