PUBLICIDADE

Piadas com vídeo de sem-teto exploram intimidade da mulher

Trechos de entrevista de Givaldo Alves no YouTube viralizam e expõem urgência em discutir o que é violência de gênero

30 mar 2022 - 10h05
(atualizado às 10h50)
Ver comentários
Givaldo Alves expôs publicamente detalhes das relações sexuais que teria mantido com a mulher após repercussão do caso; ela segue internada
Givaldo Alves expôs publicamente detalhes das relações sexuais que teria mantido com a mulher após repercussão do caso; ela segue internada
Foto: Metrópoles

Piadas sobre a entrevista de Givaldo Gomes na quinta-feira (24) ao canal Metrópoles, no YouTube, têm tomado conta das redes sociais desde ontem e gerado brincadeiras de mau gosto e memes. No vídeo de 40 minutos que já alcançou mais de 5 milhões de visualizações, o morador de rua relata detalhes do episódio em que foi flagrado por um personal trainer fazendo sexo com a esposa dele. Muitos trechos compartilhados expõem detalhes íntimos da relação sexual, como: “Abri o zíper. Tirei o membro. Uma mão na direção. A outra no carinho”. O caso aconteceu no Distrito Federal no dia 9 de março, quando o personal trainner Eduardo Alves surpreendeu sua esposa Sandra Maia tendo relações sexuais com Givaldo no carro e o espancou. Câmeras de segurança gravaram a agressão.

Nesta terça-feira (29), a defesa da mulher acionou a Polícia Civil do Distrito Federal após as declarações consideradas "desrespeitosas e ofensivas". As advogadas Auricélia Vieira de Sousa e Claudia Pignata não deram detalhes sobre a ação, e afirmaram que só farão novos pronunciamentos para as autoridades policiais e jurídicas. O caso está sob segredo de Justiça. Em nota enviada ao Terra, as advogadas do casal repudiaram as declarações de Givaldo Alves

Para o usuário do Twitter @tantotupiassu, os memes e piadinhas nas redes reproduzem os típicos comentários machistas que ocorrem nos grupos masculinos do WhatsApp. “Quanto mais voz dão a ele, mais exposta fica ela. Se você acha errado roda de homem sendo indiscreto com intimidade de mulher, por que agora é engraçado? Por vontade própria ou surto, não sei. Só sei que ela nunca mais vai ter paz.”, tuitou.

Memes tomaram conta das redes sociais
Memes tomaram conta das redes sociais
Foto: Reprodução

Givaldo vem sendo saudado como herói enquanto a violência de gênero afeta publicamente a intimidade e a saúde mental de Sandra. Um post do Twitter, de @lolaferreira, exprime esse recorte com muito clareza: “Detalhar, filmar, publicar em mídias de grande acesso e divulgar detalhes do corpo e do sexo de uma mulher sem sua autorização é violência de gênero”.

A mesma "piada" do carinho foi postada nas redes sociais do Maracanã, ampliando a dimensão machista que o caso tomou. Também há posts no TikTok de homens em frente à TV com um caderninho na mão assistindo à entrevista de Givaldo, brincando com a ideia de que estariam “anotando as dicas” do morador de rua.

Fonte: Redação Nós
Publicidade
Publicidade