PUBLICIDADE

Micareta São Paulo promete ser o maior festival LGBT+ do Brasil

Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Claudia Leitte falam sobre a expectativa e importância do evento para comunidade LGBT+

15 jun 2022 21h10
| atualizado em 18/6/2022 às 10h32
ver comentários
Publicidade
Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Claudia Leitte falam sobre importância de festivais LGBT+, como a Micareta São Paulo.
Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Claudia Leitte falam sobre importância de festivais LGBT+, como a Micareta São Paulo.
Foto: Pam Martins, Ernna Cost e Instagram/@claudialeitte / Estadão

O ritmo do carnaval chega à capital paulista com a primeira edição da Micareta São Paulo. Reunindo nomes do axé, pop, funk e eletrônico, de 16 a 18 junho, na Arena Anhembi, o evento será uma preparação para a Parada do Orgulho LGBT+, apresentada por Terra e Smirnoff.

Foram dois anos sem a realização do carnaval em "trio elétrico" no Brasil, e este será o primeiro grande festival carnavalesco em São Paulo deppois desse período. A primeira edição das Micaretas da San foi realizada em 2018, em Salvador, e teve a presença de Claudia Leitte, Daniela Mercury e outros grandes nomes do axé.

Já em 2019, ainda em Salvador, Ivete Sangalo, Anitta e outras atrações agitaram a cidade baiana. Em entrevista ao Estadão, André Gagliano, sócio da San Sebastian, revela que já existia um desejo de trazer a festa para São Paulo mas que, devido à pandemia, os planos foram adiados.

"Vamos fazer a terceira edição da festa, sendo a primeira vez em São Paulo. Realizar uma festa do porte da Micareta, na capital paulista, era um desejo antigo que precisou ser adiado e a proposta é realizar grandes festas nos quatro cantos do País, pra levar a magia do carnaval baiano para todo o Brasil", diz.

O festival ocorre às vésperas da Parada do Orgulho LGBT+ e a organização do evento pretende fazer deste o maior festival do público LGBT+ do País. "Será uma grande celebração da diversidade, do respeito e da igualdade, reunindo no line-up diversos artistas que pertencem à comunidade", fala.

Daniela Mercury, Luísa Sonza, Pabllo Vittar, Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Ludmilla, Pepita, Dany Bond e Glória Groove são algumas das atrações para a Micareta São Paulo.

André Gagliano acredita que festivais como o que está organizando são "importantes para os artistas LGBT+ apresentarem seus trabalhos", mas que isso não deve ser algo exclusivo do mês do Orgulho e sim "durante todo o ano".

Luísa Sonza: 'As pessoas terão espaço para dançar, curtir e até se emocionar'

Na quinta-feira, 16, Luísa Sonza se apresenta no Micareta São Paulo e revela que as expectativas para o show estão altíssimas. "O line-up do festival está repleto de grandes nomes da música brasileira, além dessa ser a primeira edição em São Paulo, então a responsabilidade duplica. Quero muito entregar uma performance que vai ficar na história do evento e na memória do público", diz.

Pensando no mês do Orgulho LGBT+ e que o festival abre as portas para a Parada, Luísa não esconde a felicidade em participar de um evento que abraça a causa.

"Esse mês possui muita importância para todos da comunidade (e eu estou nessa). Fico feliz em saber que é uma causa que os festivais têm abraçado cada vez mais. O Micareta está realizando isso de uma maneira muito concreta e verdadeira, dando espaço e o devido reconhecimento para os artistas", fala.

Além do show no festival, Luísa se apresenta na Parada do Orgulho LGBT+ no domingo, 18, e não esconde a ansiedade para esse momento: "Esse é um evento que representa toda busca pelos direitos que todos os LGBT+ precisam lutar constantemente, e é uma honra participar desse momento de resistência e celebração".

Para o show da Micareta São Paulo, a cantora promete entregar muita dança e revela que a seleção das músicas foi baseada no álbum DOCE 22: "As pessoas terão espaço para dançar, curtir e até se emocionar. Espero que estejam preparados".

'Mal posso esperar para encontrar todo mundo nesse festival', diz Pabllo Vittar

Pabllo Vittar sobe ao palco da Micareta na sexta-feira, 17 de junho, e revela que esse show tem muito significado para ela. "Esse mês do orgulho significa tanta luta, resistência e força. É a celebração da nossa existência, pois ainda estamos de pé mesmo diante de tantos preconceitos e barreiras", fala, em entrevista ao E+.

Para a drag queen, poder se apresentar em festivais que apoiam a causa LGBT+ é "muito revigorante": "É saber que as portas estão sendo abertas e nós, finalmente, estamos conseguindo espaço que por muito tempo nos foi negado", diz.

"É muito importante que os festivais abracem essa luta, só assim nós vamos conseguir gerar mudanças reais, e trazer impacto na indústria cultural, que infelizmente ainda é muito conservadora", fala.

Pabllo Vittar conta que a organização do Micareta a convidou apresentando toda a proposta do evento e que eles não só "prometem ser o maior festival para o público LGBT+, pois eles foram atrás de fazer isso acontecer mesmo".

"O line-up é composto por diversos artistas da comunidade, e isso me enche de orgulho e de ansiedade, mal posso esperar para encontrar todo mundo nesse festival", conta.

Claudia Leitte avisa que São Paulo 'vai ferver' com seu show

Claudia Leitte não esconde animação em se apresentar na Micareta São Paulo no sábado, 18.
Claudia Leitte não esconde animação em se apresentar na Micareta São Paulo no sábado, 18.
Foto: Instagram/@claudialeitte / Estadão

A Micareta São Paulo encerra as apresentações no sábado, 18, e uma das artistas que sobem ao palco no último dia é Claudia Leitte. A cantora baiana não esconde a animação e promete que São Paulo "vai ferver" com seu show.

"Quero levar o melhor de mim e do meu show para o público que vai estar lá comigo pois, se depender de mim, ninguém fica parado não", fala, aos risos.

Claudia é figurinha carimbada na Micareta organizada por André Gagliano, sócio da San Sebastian. Em 2018, ela participou da primeira edição em Salvador e foi onde estreou a turnê Bandera Tour. Para a apresentação deste ano em São Paulo, a cantora brinca que seus fãs já sabem que com ela "o negócio é quente do início ao fim".

"Ouso dizer que será ainda mais, pois ainda tem o gostinho de reencontro. Claro que teremos as músicas clássicas, como Exttravasa, Baldin de Gelo, Dekolê... E também as novas, como Dengo Meu, com Juliette e Lucy Alves, que lancei o clipe no último domingo (12 de junho) e tá lindão, e De Passagem. O resto eu deixo pra vocês descobrirem lá", conta.

Serviço

Micareta São Paulo 2022

Data: de 16 a 18 de junho

Local: Arena Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana -- São Paulo/SP)

Atrações:

16 de junho, quinta-feira:

Trio Elétrico: Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Luisa Sonza.

Arena Eletrônica: Anne Louise, Guilherme Guerrero, Felipe Guerra, Karol Figueiredo, Lizi Soares e Bruna Strait.

17 de junho, sexta-feira:

Trio Elétrico: Pabllo Vittar, Ludmilla, Gloria Groove e Babado Novo.

Arena Eletrônica: Anne Louise, Lucas Franco, Luan Poffo, Gabriel Tibery, Paullo Góes, Dri Toscano, Albano e Adham.

18 de junho, sábado:

Trio Elétrico: Claudia Leitte, Alinne Rosa, É o Tchan, Pepita, Danny Bond e Lia Clark.

Arena Eletrônica: Tommy Love, B2B Breno Barreto + Lorena Simpson; Baez; Bruno Knauer; Felipe Lira; Mari Casagrande; Mara Borges; Mirtys Spencer; Baianos e Jota Netto.

#TerraNaParada

Terra e Smirnoff apresentam a 26ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, que este ano tem como tema "Vote com orgulho - por uma política que representa". Acompanhe a cobertura completa do evento em Terra NÓS, a vertical de diversidade do Terra, e fique por dentro do movimento LGBTQIA+ na Paulista e pelo mundo. E usando a hashtag #TerraNaParada nas suas redes sociais você pode entrar nessa com a gente!

 

Estadão
Publicidade
Publicidade