PUBLICIDADE

Mendy, campeão do mundo com a França e ex-City, é absolvido de outras duas acusações de estupro

Atleta volta a ser inocentado em novo julgamento; em janeiro, conseguiu veredito favorável de seis denúncias por agressão sexual

14 jul 2023 - 14h23
(atualizado às 14h38)
Compartilhar
Exibir comentários
No início deste ano, Mendy foi inocentado por um júri de seis acusações de estupro e uma acusação de agressão sexual
No início deste ano, Mendy foi inocentado por um júri de seis acusações de estupro e uma acusação de agressão sexual
Foto: REUTERS

Benjamin Mendy, lateral-esquerdo campeão do mundo com a França e ex-Manchester City, foi considerado inocente em um novo julgamento referente à duas acusações de agressão sexual. O jogador de 28 anos começou a chorar quando ouviu o veredito nesta sexta-feira após três semanas se defendendo na corte de Chester Crown, no noroeste da Inglaterra.

O jogador francês, cujo contrato com o City terminou em 1º de julho, foi inocentado da tentativa de estuprar uma mulher — que tinha 29 anos na época — em sua casa, em outubro de 2018. Ele também foi considerado inocente de uma segunda acusação de estupro de uma outra mulher, de 24 anos, em 2020, também em seu endereço residencial. Mendy negou as acusações e disse que os incidentes foram encontros consensuais. O júri de seis homens e seis mulheres considerou os vereditos por mais de três horas.

No início deste ano, Mendy foi inocentado por um júri de seis acusações de estupro e uma acusação de agressão sexual, relacionadas a quatro mulheres jovens ou adolescentes, após um julgamento de seis meses. Os jurados não conseguiram chegar a veredictos em duas acusações, de estupro e tentativa de estupro, levando a um novo julgamento.

"Já se passaram quase três anos desde que a polícia começou a investigar esse assunto. Mendy tentou permanecer forte, mas o processo, inevitavelmente, teve um sério impacto sobre ele", disse Jenny Wiltshire, advogada de Mendy, fora do tribunal. "Ele agradece a todos que o apoiaram durante esta provação e agora pede privacidade para que ele possa começar a reconstruir sua vida."

Ao deixar o tribunal, Mendy foi cercado por microfones da imprensa. Ele não respondeu às perguntas dos jornalistas e disse apenas "Alhamdulillah", frase em árabe que significa "Louvado seja Deus". O lateral-esquerdo passou mais de quatro meses em prisão preventiva, entre agosto de 2021 e janeiro de 2022.

Mendy entrou em campo pela última vez em 15 de agosto de 2021, em partida contra o Tottenham, pelo Campeonato Inglês. Ele chegou ao Manchester em 2017, após se destacar pelo Monaco, do Campeonato Francês. Com a camisa do City, foi campeão inglês três vezes e vencedor da Copa da Liga Inglesa por duas./Com informações da AP

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade