PUBLICIDADE

Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de estuprar e ameaçar médica com fogo em BH

Vítima contou que suspeito trabalhava em obra em apartamento vizinho ao seu e pediu para entrar na casa dela após sentir 'cheiro de gás'

8 nov 2023 - 17h57
Compartilhar
Exibir comentários
Viatura da Polícia Civil de Minas Gerais
Viatura da Polícia Civil de Minas Gerais
Foto: Divulgação/PCMG

A Justiça de Minas Gerais decretou a prisão preventiva de um homem suspeito de estuprar uma médica em seu próprio apartamento em Belo Horizonte. Em depoimento, a vítima contou que foi amarrada e teve as roupas arrancadas pelo criminoso antes dos abusos. Ele também teria ameaçado atear fogo mulher caso ela contasse para alguém o que tinha acontecido.

O crime aconteceu na manhã da última segunda-feira, 6, em um prédio no bairro Funcionários, na região Centro-Sul da Capital mineira. O prédio em que o crime ocorreu é novo e, atualmente, possui apenas dois apartamentos ocupados. A médica chegou no local por volta das 7h15, quando viu um pedreiro mexendo na maçaneta do apartamento vizinho. 

Pouco depois de entrar em casa, o homem tocou a campainha, disse que sentia 'cheiro de gás' no prédio e pediu para 'dar uma olhada', e a mulher autorizou. Em seguida, o suspeito trancou a porta e passou a pedir dinheiro, exigindo que a mulher abrisse aplicativos bancários e realizando compras no nome da vítima. 

O Terra apurou que a vítima, então, foi amarrada e teve as roupas tiradas pelo criminoso, enquanto dizia que 'ninguém da obra o conhecia, que pegaria somente o dinheiro' e não a faria mal. No entanto, a médica, que teve a boca amarrada pelo suspeito, contou à polícia que o homem passou a mão em seus seios e cometeu outros abusos.

Após o crime, o suspeito ainda saiu para procurar álcool e fogo, mas não encontrou os artefatos, e ameaçou a vítima de morte, caso ela contasse para alguém sobre o ocorrido, antes de fugir. A médica relatou ter passado duas horas em poder do homem. 

Suspeito preso e prisão preventiva

A médica acionou a polícia após o suspeito fugir e foi levada para exames de corpo delito antes de prestar depoimento na Delegacia Especializada de Plantão de Atendimento à Mulher de BH, já na madrugada de terça-feira, 7. 

Já o suspeito, identificado a partir de câmeras de monitoramento do prédio, foi preso em flagrante enquanto chegava em casa. Ele foi levado à delegacia, também foi houvido e permaneceu detido. 

O criminoso passou por audiência de custódia nesta quarta-feira, 8, e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pela juíza Adriana Garcia Rabelo. Ele foi levado, então, ao Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves (MG).

Jovem filma momento em que é morta por namorado Jovem filma momento em que é morta por namorado

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade