PUBLICIDADE

Daniel Alves devolveu 150 mil euros à família de Neymar, diz advogada

Dinheiro emprestado foi usado para indenizar vítima e serviu como atenuante da pena

10 abr 2024 - 18h06
(atualizado em 11/4/2024 às 09h23)
Compartilhar
Exibir comentários
Dinheiro foi considerado um atenuante na decisão em primeira instância que condenou Daniel Alves
Dinheiro foi considerado um atenuante na decisão em primeira instância que condenou Daniel Alves
Foto: Lance!

A advogada de Daniel Alves, Inés Guardiola, afirmou que o ex-jogador devolveu há uma semana à família de Neymar os 150 mil euros (R$ 819 mil) emprestados durante o processo da acusação de estupro. A informação é do jornal "Folha de S.Paulo".

Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão

O dinheiro, encaminhado à Justiça espanhola como indenização antecipada à denunciante antes do julgamento, foi considerado um atenuante na decisão em primeira instância que condenou Daniel Alves a quatro anos e meio de prisão. Não ficou claro, porém, em quanto tempo efetivamente foi reduzida a pena.

O ex-jogador havia pedido ajuda a Neymar por estar com os bens bloqueados por causa de um processo aberto pela ex-mulher.

Ele deixou a prisão cinco dias após a Justiça conceder liberdade provisória mediante pagamento de fiança de 1 milhão de euros (R$ 5,4 milhões), mas dessa vez o pai de Neymar negou publicamente ajuda financeira a Daniel Alves.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade