PUBLICIDADE

Stellantis dá início à produção de eDCT’s em unidade italiana

São 600 mil transmissões eletrificadas de dupla embreagem para reforçar visão da marca como empresa de tecnologia de mobilidade sustentável

10 abr 2024 - 14h48
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação Stellantis / Guia do Carro

A Stellantis deu início nesta quarta-feira (10) à produção das transmissões eletrificadas de dupla embreagem (eDCT) em seu complexo de Mirafiori (Itália).

A ação é considerada mais um passo para a criação do Mirafiori Automotive Park 2030, um projeto com investimento de 240 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão). 

O Mirafiori Automotive Park 2030 é a concretização da visão da Stellantis como empresa de tecnologia de mobilidade sustentável. O local, um dos três principais hubs globais da Stellantis, tem operações que incluem todo o ciclo automotivo, desde o design até a reciclagem.  

Mirafiori também faz parte do programa de transformação grEEn-campus em andamento na Stellantis para economizar 36 mil toneladas equivalentes de CO2.

O grEEn-campus é um local para troca e compartilhamento de ideias que promovem a criatividade e a eficiência e a criação de um ambiente de trabalho atrativo. 

O CEO da Stellantis, Carlos Tavares, anunciou ainda um investimento adicional de 100 milhões de euros (R$ 545 milhões) para aumentar o potencial do Fiat 500e. 

“Mirafiori é única entre as raízes da Stellantis, pois está se tornando um hub completo que reúne funções centrais, desenvolvimento tecnológico, manufatura e atividades de economia circular", disse o CEO. 

Atualmente, Mirafiori produz Abarth 500e, Fiat 500e, Maserati GranTurismo e Maserati GranCabrio. Mais de 90% dos veículos fabricados na unidade são exportados.  

Em 2023, a Fiat aumentou o seu volume de vendas globais para 12%, registrando um total de 1,35 milhão de unidades vendidas em todo o mundo . A marca é líder em quatro mercados com uma participação de 21,8% no Brasil, 12,8% na Itália, 15,7% na Turquia e 78,6% na Argélia. A Fiat é líder no segmento A na Europa, com 42% de participação. 

Além da produção da caixa de transmissão manual C514 para o Fiat Panda fabricada em Pomigliano (Itália), o Mirafiori Automotive Park 2030 lançou a produção de eDCTs para propulsões híbridas das marcas da Stellantis. A unidade produzirá até 600 mil eDCTs por ano. 

A eDCT produzida em Mirafiori é uma tecnologia de hibridização, incorporando um motor elétrico de 21 kW em uma transmissão de dupla embreagem. O motor oferece propulsão elétrica em baixo torque, permitindo que a combustão interna fique desligada 50% do tempo no ciclo urbano.   

O complexo abrigará também o Centro de Tecnologia de Baterias e o SUSTAINera Circular Economy Hub, a iniciativa que tem como objetivo modelos de consumo e fabricação sustentáveis. As atividades incluem recondicionamento de veículos, desmontagem de veículos e remanufatura de peças. 

A unidade será sede do oróximo grEEn-campus, um  programa de transformação do local de trabalho em ambiente colaborativo e carbono neutro que visa fortalecer as raízes do design de automóveis, de tecnologia e das funções centrais da Stellantis. 

A sede global da Stellantis Pro One apoiará a ofensiva comercial da empresa em veículos comerciais para alcançar a liderança global. 

Nos últimos cinco anos, a Stellantis investiu mais de 5 bilhões de euros (R$ 46 bilhões) em operações para novos produtos e unidades de produção. 

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Publicidade