PUBLICIDADE

Shattered Heaven é um card game bonito, mas cansativo

O jogo já está disponível em acesso antecipado na Steam; confira impressões

4 jul 2023 - 14h23
Compartilhar
Exibir comentários
Shattered Heaven é um jogo que combina cartas e roguelike para PC
Shattered Heaven é um jogo que combina cartas e roguelike para PC
Foto: Shattered Heaven / Reprodução

Explorando as áreas da fantasia e misturando elementos de RPG, Roguelikes e construção de baralho, Shattered Heaven se destaca com bons visuais e uma narrativa bem complicada de se  acompanhar. Produzido pelo estúdio italiano Leonardo Interactive, o jogo tenta encontrar o seu lugar no meio de outros títulos que exploraram os card games no meio digital. 

Quer conhecer outros jogadores, saber das últimas novidades dos games e ter acesso a brindes e campeonatos? Participe do nosso Discord!

A narrativa não engaja

Shattered Heaven tenta apostar todas as suas fichas na união entre o baralho e o roguelike, cheio de boas ideias, mas que falha em executá-las de uma forma coerente. O início é muito interessante, com o jogo apresentando os personagens “um por um” por meio de um breve tutorial.

Os personagens, que aparentam ser bem genéricos à primeira vista, são baseados nos três arquétipos de heróis da ficção de fantasia medieval. Andora é uma forte guerreira com um passado misterioso, Magni é um soldado que usa sua grande estatura para proteger os outros, e Ishana é uma pequena maga que se conecta com espíritos. 

Honestamente, eu achei a história um pouco bagunçada. A narrativa é contada por meio de diálogos idênticos ao de Visual Novels, mas não são interessantes o suficiente para manter o jogador engajado. O jogo utiliza muitas referências bíblicas para contar a sua história, e pode se tornar uma leitura difícil para quem não tem um nível avançado de inglês. 

Na verdade, chegou um momento onde eu “me desliguei”, e apenas apertava para avançar os diálogos sem prestar muita atenção. Não me leve a mal, o mundo de Shattered Heaven é muito rico em detalhes, mas faltou um toque especial para emergir o jogador neste universo.

Ciclo de jogabilidade divertido

O ciclo de combate e exploração de Shattered Heaven é prazeroso
O ciclo de combate e exploração de Shattered Heaven é prazeroso
Foto: Shattered Heaven / Reprodução

Se a história do jogo é o ponto mais fraco, então a jogabilidade é de longe o ponto mais forte. Pode parecer como um simples jogo de cartas para o olhar comum, mas com apenas alguns minutos você já percebe que existe um sistema especial dentro do jogo.

Cada personagem da sua party tem um deck próprio de cartas, que podem ser utilizadas para atacar inimigos, defender parceiros e aplicar buffs na arena. Além disso, cada personagem tem uma árvore de habilidades única, que representam as suas posições dentro do time. Todas as habilidades e personagens são bem detalhados graças a um ótimo visual artistico que remete pinturas italianas, principalmente por conta de suas imagens bíblicas misturadas com o bom e velho anime japonês.

É certo que Shattered Heaven não faz nada de novo dentro do gênero, mas o importante é que todos os sistemas funcionam muito bem. É necessária muita estratégia durante o combate, e muita sorte durante a exploração.

Sim, Shattered Heaven tem exploração! Bom, não é nada espetacular, pois segue um sistema bem comum de mapa roguelike, mas ainda assim é bem divertido. Cada “masmorra” tem diversos níveis diferentes que oferecem diferentes tipos de inimigos em uma espécie de tabuleiro. 

A exploração em Shattered Heaven ocorre dentro de um tabuleiro
A exploração em Shattered Heaven ocorre dentro de um tabuleiro
Foto: Shattered Heaven / Reprodução

Ao avançar no tabuleiro de uma forma “não linear”, o jogador pode encontrar tesouros, oportunidades, armadilhas e até mesmo uma fogueira para descansar os personagens. O combate e a exploração criam um ciclo de jogabilidade bem divertido e que raramente fica cansativo, se tornando a melhor coisa sobre Shattered Heaven.

Bonito, mas não é para todos

Shattered Heaven tenta misturar dois gêneros em uma fusão matrimonial esquisita, que sofre para entregar uma história compelente, mas ainda consegue divertir por conta de sua jogabilidade viciante. Seus belos visuais e bons sistemas de estratégia podem ser o suficiente para agradar um público específico de jogadores, mas fica difícil recomendar para quem curte acompanhar uma boa narrativa.

Shattered Heaven está disponível para PC, em acesso antecipado na Steam.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade