PUBLICIDADE

“Não vamos descansar até ser acessível a todos”, diz Sony sobre PS4

"Não é justo, não é certo", disse diretor-geral do Playstation na América Latina

24 out 2013 23h35
| atualizado em 10/12/2013 às 14h28
ver comentários
Publicidade
Evento da PlayStation aconteceu contou com novidades do PS4, PS3 e Vita para o mercado brasileiro
Evento da PlayStation aconteceu contou com novidades do PS4, PS3 e Vita para o mercado brasileiro
Foto: Rafael Machtura / Terra

A Sony está realmente decepcionada com o preço do PlayStation 4 no Brasil. Em evento pré-Brasil Game Show, realizado nesta quinta-feira (24) em São Paulo, Mark Stanley, diretor-geral do Playstation para a América Latina, fez um forte discurso com o compromisso de baixar o preço do console no País, que chega em 29 de novembro por R$ 4 mil. A empresa japonesa culpa o valor à taxação governamental, que chega a 63% do valor do produto.

“Nós tivemos uma problema no Brasil com esse preço”, disse o executivo. “Não é certo, não é justo. Nós não vamos descansar até o PS4 ser acessível para todo jogador brasileiro. Nós o queremos em sua mão e nos comprometemos em baixar esse valor.”

No evento, a Sony anunciou novidades para os seus consoles e garantiu que há ainda futuro para o PlayStation 3 e Vita, além de apresentar a chegada o PS Plus e as parcerias com produtoras independentes da América Latina.

Para o PS3, a empresa anunciou a chegada de títulos de produtoras independentes para a série Favoritos. Jogos como Borderlands, Super Street Fighter 4 e Red Dead Redemption, além de muitos outros, serão comercializados por R$ 79.

Para o portátil Vita, a Sony anunciou que 125 jogos exclusivo serão lançados em breve, como Batman Arkham Origins Black e Tearaway. Além disso, a empresa apresentou como o dispositivo funcionará como controle para o PS4, por meio da funcionalidade de reprodução remota, via wi-fi.

Além de comentar a disposição para a mudança de preço do PS4, a Sony apresentou algumas demonstrações de jogos que estarão em seu novo videogame. Watch Dogs, Assassin’s Creed 4: Black Flag, Destiny, Infamous: Second Son e The Order 1886 impressionaram com seus gráficos repletos de detalhes.

PS Plus
Anderson Gracias, gerente geral de vendas e marketing da PlayStation Brasil, anunciou a chegada do serviço de assinatura PS Plus ao País. Por R$ 99,99 por ano, os jogadores terão títulos com desconto, salvamento na nuvem, atualização automática de jogos de todos os dispositivos e acesso gratuito a mais de 18 jogos por meio da Instant Game Collection.

Indies
No evento, a Sony mostrou novamente seu compromisso em publicar jogos de produtoras independentes da América Latina. São 66 estúdios em 11 países diferentes. No Brasil são quatro produtoras, como a Petite Fabrik de Manaus.

Viviane Senna anunciou a parceria entre o Instituto Ayrton Senna e PlayStation
Viviane Senna anunciou a parceria entre o Instituto Ayrton Senna e PlayStation
Foto: Rafael Machtura / Terra
Instituto Ayton Senna
Além de todas as novidades dos consoles, a Sony apresentou uma parceria inédita com o Instituto Ayrton Senna, com a presença de Viviane Senna, irmã do ex-piloto brasileiro. Para selar a cooperação, uma edição especial de Gran Turismo 6 com assinatura do atleta morto em 1994 terá parte das vendas mundiais revertidas para a ONG.

“O objetivo da fundação é criar oportunidades para o desenvolvimento humano, com foco em jovens crianças brasileiras, em parceria com empresas, governos, escolas e universidades, com o objetivo comum de promover e melhorar a educação. Quando os jogadores brasileiros comprarem o pacote do GT6 e o jogo do GT6, eles estarão contribuindo diretamente com o Instituto Ayrton Senna, ampliando o legado dele para apoiar uma causa maior”, disse Anderson Gracias, gerente geral da divisão PlayStation no Brasil.

<a data-cke-saved-href="http://games.terra.com.br/infograficos/qual-sera-seu-proximo-console/iframe.htm" href="http://games.terra.com.br/infograficos/qual-sera-seu-proximo-console/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade