PUBLICIDADE

Análise diz que Sony se aproxima de pagar custos de PS4

20 nov 2013 11h15
| atualizado às 12h31
ver comentários
Publicidade
<p>Em menos de uma semana no varejo, PS4 atingue ponto de equilíbrio no custo de sua produção</p>
Em menos de uma semana no varejo, PS4 atingue ponto de equilíbrio no custo de sua produção
Foto: Divulgação

Menos de uma semana após o início das vendas do PlayStation 4 na América do Norte, a Sony se aproxima de atingir o ponto de equilíbrio do custo de produção do console, isto é, quando o produto começa a dar lucro, segundo uma análise da empresa de consultoria IHS. As informações foram publicadas no site da Polygon.

O novo videogame é vendido nos Estados Unidos por US$ 399 e seu custo de matéria-prima é de US$ 372. Para montá-lo, a Sony gasta outros US$ 9 com mão de obra, chegando aos US$ 381 e obtendo US$ 18 de saldo por console vendido.

Incialmente, a empresa japonesa achou que iria ter prejuízo em cada aparelho e só ia obter lucro com a queda do preço de produção ao longo do tempo, como aconteceu no lançamento do PS3.

“Quando a Sony lançou o PS3 em 2006, nossa análise de desmontagem revelou que o console entregava a performance de supercomputador com o preço de um notebook”, disse Andrew Rasswieler, diretor sênior do serviços de benchmarking da IHS. “Porém, esse preço era desvantajoso para a Sony, já que os custos de produção eram maior que o preço do varejo, em alguns casos maior que US$ 100. Embora a Sony tenha baixado o custo do PS3 significantemente durante seu tempo de vida, a empresa nunca teve a intenção de ganhar dinheiro no hardware, mas sim lucrar com as vendas de jogos e conteúdo.”

“Desta vez, a Sony encurtou muito bem o tempo para atingir o ponto de equilíbrio, tornando-o até mesmo rentável, com seu planejamento consciente de custo. A empresa conseguiu essa façanha mesmo oferecendo um novo design que inclua componentes de vanguarda que atingem grande desempenho. O PS4 mantém os custos controlados ao focar seus gastos extras no processador e memória, e reduzindo despesas no leitor óptico, disco rígido e outros subsistemas”, adicionou Rasswieler no relatório.

O processador e memória RAM do PS4 representa US$ 188 de seu custo, ultrapassando os 50%. Em seu antecessor, esse gasto chega aos 29%. A Sony também está gastando mais na memória RAM, usando GDRAM DDR5 no valor de US$ 88. No PS3, esse custo representava U$S 9,80. Porém, a produção do drive óptico caiu de US$ 66 para US$ 28 na nova geração de consoles da Sony.

O PS4 é produzido na China, na fábrica da Foxconn na cidade de Yantai.

No Brasil, o console chega nesta sexta-feira (22) por R$ 4 mil. A Sony culpou a tributação fiscal o principal responsável pelo alto preço: 63% são impostos. Além disso, a empresa disse que abriu mão de sua margem de lucro para chegar a esse preço. 

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://games.terra.com.br/infograficos/qual-sera-seu-proximo-console/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://games.terra.com.br/infograficos/qual-sera-seu-proximo-console/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade