PUBLICIDADE

GGWP terá eventos presenciais em 3 cidades em 2022

Projeto gamer da Ambev, Nubank e iFood teve torneio com 125 jogadores e prêmio de R$ 200 mil em SP

24 nov 2021 12h00
| atualizado em 25/11/2021 às 12h38
ver comentários
Publicidade
Transmissão da final do GGWP em São Paulo
Transmissão da final do GGWP em São Paulo
Foto: GGWP / Divulgação

Aconteceu nesse fim de semana o encerramento do primeiro campeonato de esports do GGWP, projeto gamer patrocinado pela Ambev, Nubank e iFood. Realizado na arena On e-Stadium, em São Paulo (SP), o torneio contou com 125 jogadores de todo o país e um total de R$ 200 mil em prêmios para quatro modalidades: Free Fire, CS:GO, Valorant e League of Legends.

Com participação de equipes amadoras e profissionais, o torneio foi bastante emocionante, principalmente por alguns times amadores levarem a melhor: a TRX venceu a LOUD no League of Legends por 3 a 2, e no Valorant, a equipe amadora Foguete venceu a Gamelanders.

O GoodGame WP é um projeto que visa aproximar as marcas envolvidas do público gamer e envolve tanto torneios de esport quanto experiências em outras frentes, como produção de conteúdo e influenciadores. Em 2022, o projeto deve expandir ainda mais a atuação. "Queremos estender o GoodGame para três praças, com eventos presenciais ao longo do ano. A principio seria Recife, Porto Alegre e São Paulo. Levar toda a experiência gamer para fora do eixo Rio-São Paulo", contou José Henrique 'Chuck' Catani, CEO da Black Duck, idealizador do evento.

Segundo Vinicius Fernandes, da Together, área da Ambev voltada para marketing de experiências e um dos responsáveis pelo GGWP, o primeiro ano do projeto foi um grande aprendizado. "Esbarramos em torneios na mesma data, tivemos que mudar data da final, o relacionamento com as produtoras leva um tempo para se estabelecer, marcas concorrentes do projeto trabalham com os influenciadores que fazem parte dele... e as marcas entenderam que construir a relação com o gamer é um namoro, não é um negócio imeditado, é preciso construir de forma responsável e racional".

Para Chuck, o GGWP deve crescer muito no próximo ano, com a ampliação do estúdio, produção de 'gameplays' e melhorar o trabalho das marcas com os embaixadores. "Tem muitas coisas que vamos melhorar - tanto o que percebemos que pode ser melhor quanto o feedback que recebemos da comunidade. O evento de dois dias foi muito legal, mas hoje pensamos como seria aumentar a duração do evento presencial".

O evento foi a final dos três campeonatos realizados pela GGWP este ano. Presencial e fechado ao público, o torneio recebeu jogadores de 18 Estados e do Distrito Federal. Vieram equipes do Acre, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Bahia, Tocantis, Goiás, Paraná, Alagoas, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Amazonas, Santa Catarina e Espírito Santo.

Inscreveram-se 890 times, de 22 Estados, que levaram 4.100 jogadores ao Open Qualify e Playoffs. A final presencial reuniu 125 jogadores mais o staff de cada um. A transmissão durou 20 horas, com apresentação da jornalista Bárbara Gutierrez, o influenciador Henrytado e seus convidados.

"A expectativa é reunir 500 mil pessoas em São Paulo, 50 mil nas outras duas praças, em eventos que terão tanto torneios de esport quanto experiências para o consumidor final, com participação de publishers, lançamentos de jogos e atividades para o público gamer", revelou Chuck.

O GoodGameWp é realizado pela Ambev, Black Duck e Diverti, com patrocínio do Nubank, iFood e Huawei.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade