0

Zico vibra com árbitro de vídeo e vitória do Kashima Antlers

14 dez 2016
17h25
atualizado em 15/12/2016 às 07h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos poucos brasileiros na torcida pelo Kashima Antlers no jogo de hoje com o Atlético Nacional, pela semifinal do Mundial de Clubes, o ex-craque Zico aprovou com louvor a iniciativa da Fifa de levar à partida o árbitro de vídeo. Para ele, a decisão marca uma mudança importante e fundamental para “a lisura no futebol”.

Zico
Zico
Foto: Gazeta Press

“Já faz muito tempo que isso devia estar em prática. Duro você fazer um trabalho sério por anos e ter seu time eliminado por um erro de arbitragem facilmente identificável. Com a medida, muita coisa ruim vai acabar, principalmente aquela situação de agarra-agarra dentro da área”, disse Zico, em entrevista ao Terra.

Ele afirmou que a arbitragem foi feliz no lance do primeiro gol do Kashima, que surgiu num pênalti marcado a partir de análise em vídeo. “O jogador do Atlético Nacional não estava nem aí para a bola e já calçou o adversário com naturalidade. A tendência é que isso acabe e o jogo fique mais solto e técnico.”

O ex-craque do Flamengo e da Seleção reconhece que é alto o custo para a inclusão do árbitro de vídeo em uma competição mais longa, como o Brasileiro, mas defende que a novidade seja aos poucos reeditada no futebol do País.

“O exame antidoping também não é feito em todos os jogos, em todas as competições. O árbitro de vídeo poderia começar assim, gradativamente.”

Zico vibrou com a vitória do Kashima (3 a 0) por dois motivos especiais – trabalhou no clube por 11 anos, de 1991 a 2002, como jogador e técnico, e dirigiu a seleção japonesa no Mundial de 2006. Conhece todo o grupo e esteve com os autores dos três gols no Rio, na Copa da Amizade, torneio que ele próprio organiza há 18 anos e conta sempre com a presença de times japoneses.

“O Doi, autor do primeiro gol, jogou a Copa Amizade em 2007. O Enzo, que fez o segundo, de calcanhar, esteve aqui conosco em 2003, e o Suzuki (atacante que marcou o terceiro) disputou a Copa Amizade em 2011.”

Outro de relação próxima com Zico é o goleiro Sogahata, descoberto pelo irmão do ex-jogador, o também ex-craque Edu. “Essa equipe do Kashima é muito boa e pode chegar ao título do Mundial.”

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade