PUBLICIDADE

Vôlei

Da Superliga B à elite do vôlei: central do Joinville mostra otimismo com projeto

Na temporada passada, Joinville conquistou o título da Superliga B e em 2023/2024 quer se firmar entre os grandes na divisão principal O jovem projeto do Joinville, idealizado pelo campeão olímpico Giovane Gávio, chegou à temporada 2023/2024 com ambição de voos mais altos na elite da Superliga masculina. Após vencer a Superliga B na temporada […]

1 dez 2023 - 18h34
(atualizado às 18h35)
Compartilhar
Exibir comentários
Atleta do Joinville, Glauber vê projeto com otimismo
Atleta do Joinville, Glauber vê projeto com otimismo
Foto: Divulgação / Esporte News Mundo

Na temporada passada, Joinville conquistou o título da Superliga B e em 2023/2024 quer se firmar entre os grandes na divisão principal

O jovem projeto do Joinville, idealizado pelo campeão olímpico Giovane Gávio, chegou à temporada 2023/2024 com ambição de voos mais altos na elite da Superliga masculina. Após vencer a Superliga B na temporada passada, a equipe catarinense trouxe reforços de peso, como o ponteiro da Seleção Brasileira Honorato. Além disso, manteve peças importantes da campanha campeã de 2022/2023, como o central Glauber Moreno, atleta agenciado Pro Sports.

Para a estreia na elite, o time de Joinville (SC) se estruturou ainda mais e conta com uma torcida apaixonada ao seu lado para se firmar entre as principais forças do vôlei nacional. Em quatro rodadas já disputadas do campeonato, a equipe soma duas vitórias e está na quinta posição na classificação.

Glauber Moreno, que fez parte do elenco campeão do acesso, falou sobre o projeto e as expectativas para as competições futuras pelo clube.

"O Joinville está com um projeto espetacular e fazer parte dele é uma honra para mim. Está sendo uma experiência muito importante, jogando ao lado de um time altamente capacitado, que ganhou peças de peso para disputar a Superliga. Acredito que iremos chegar longe nesse campeonato e nos próximos que estão por vir", analisou o central.

"Fazer parte desse time e crescer com os companheiros está sendo uma grande experiência, estou conseguindo evoluir bastante, tanto individualmente, quanto coletivamente. Então está sendo muito importante fazer parte disso tudo", completa.

Glauber, que tem apenas 22 anos e é uma das jovens apostas do Joinville, já havia disputado a Superliga masculina pelo Vôlei Funvic Natal, na temporada 2021/2022.

"É um ano totalmente diferente. O contexto, a estrutura, o time. É outra Superliga", analisa.

Agora no Joinville, ele vê um novo cenário para crescer na carreira. Para isso, ele conta com o apoio familiar e se espelha em grandes nomes do esporte.

"Minha referência maior é minha família, meus amigos, todos que torcem por mim, não poderia ter inspiração maior do que essa. No vôlei, admiro muito o Serginho Escadinha, que fez história pela Seleção, e o Simón, central cubano, que atua na minha posição. Ambos são um grande espelho para mim e para o que eu quero conquistar", finaliza Moreno.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade