PUBLICIDADE
Logo do

Vila Nova

Meu time

Fora, Vila Nova surpreende América-RN em luta contra degola

26 set 2014 21h47
ver comentários
Publicidade

Mais uma vez a torcida do América-RN saiu decepcionada da Arena das Dunas, em Natal. Depois de muitas chances criadas, o time sofreu um gol do Vila Nova, que acabou vencendo por 1 a 0.

O resultado da noite desta sexta-feira colocou o América-RN a apenas uma posição da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. O Vila Nova, por sua vez, parece ter deixado de vez a lanterna, mas ainda está a seis de sair da zona da degola.

Na próxima rodada o Vila Nova vai enfrentar o Ceará. Enquanto isso, o América-RN vai tentar reencontrar o caminho das vitórias contra o Joinville, que aparece no G-4 e, com toda a certeza, não facilitará as coisas para o time de Natal.

Bolas na trave, pênalti cavado e domínio em casa: o desespero do América-RN

América-RN e Vila Nova fizeram jogo com emoção até o fim
América-RN e Vila Nova fizeram jogo com emoção até o fim
Foto: Frankie Marcone / Futura Press

Logo aos dois minutos, Christiano, do Vila Nova, não hesitou em partir para cima da defesa do Mecão e quase fez um golaço. Na área, driblou dois jogadores, mas acabou finalizando nas mãos do goleiro. Aos 20, o América-RN reagiu. Após receber lindo lançamento, Paulinho ficou cara a cara com o arqueiro, mas desperdiçou a chance.

O sufoco inicial do Vila Nova não resultou em gol e a equipe goiana ainda teve que suportar a pressão do adversário, que mandou duas bolas na trave em menos de um minuto. Aos 24, Rodrigo Pimpão fez belo lançamento para Arthur Maia, que invadiu a área e finalizou. João Paulo desviou sem querer e a bola explodiu na trave.

Na sequência, após cobrança de escanteio, Max finalizou de cabeça e deu grande susto no goleiro André Luis, que viu mais uma bola explodir em seu travessão. Pouco antes do fim do primeiro tempo, um lance incomodou os torcedores do Mecão: Max foi lançado e derrubado na grande área e o juiz mandou o jogo seguir. Na sequência, Paulinho também tromba e cai. Nada de penalidade.

Quando a fase é ruim, o tamanho do gol "diminui"

Logo no começo do segundo tempo, Rodrigo Pimpão comprovou que quando a fase é ruim o tamanho do gol parece que diminui. Cara a cara com o goleiro, após receber ótimo lançamento, o jogador chutou para fora e desperdiçou a, então, melhor oportunidade de todo o jogo.

Aos nove, Ítallo teve a chance de marcar um golaço. Recebeu na área, cortou para a perna direita e mandou uma bola colocada no ângulo oposto. Com muito caprichou, a redonda explodiu no travessão e não saiu o primeiro gol do jogo. No toma lá dá cá, André Luis salvou o Vila Nova ao fazer uma bela defesa no chute de Alfredo.

Liso, Alfredo fez ótimo drible na jogada seguinte e encontrou Rodrigo Pimpão na entrada da grande área. O atacante tentou o chute, mas a bola ficou travada no zagueiro e saiu pela linha de fundo. Mais uma chance perdida pelo América-RN no jogo.

Aos 18 o gol finalmente saiu. Léo Rodrigues começou a jogada no campo de ataque do time de Goiás, cortou para o meio, e fez o chute. O goleiro deu rebote e o lateral Christiano não perdeu a chance de mandar para o fundo das redes, já que estava livre no canto direito da área.

Abatido, sem força ofensiva e diante de um adversário muito fechado, o América-RN se 'entregou' depois do gol sofrido e não conseguiu mais igualar a partida. A torcida, por sua vez, tratou de ensaiar vaias depois da décima decepção seguida.

Aos 46, Márcio Passos ainda perdeu uma chance incrível. De frente para o gol, o capitão do Mecão pegou muito mal na bola bola e mandou pela linha de fundo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade