PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Meu time

Jorge Salgado pede desculpas pela temporada do Vasco: 'Terminamos o ano dando um vexame tremendo'

Presidente do Cruz-Maltino fez novo pronunciamento, novamente não permitiu questionamentos, e observa que 'talvez tenha sido o pior ano da história do Vasco'

28 nov 2021 19h35
| atualizado às 19h35
ver comentários
Publicidade

Após a derrota para o Londrina na rodada final da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco passou por novos constrangimentos. Além de jogadores novamente não falarem, a comunicação do clube com a torcida sofreu com dificuldades técnicas. O técnico interino, Fábio Cortez, não conseguiu conceder a entrevista coletiva. O presidente Jorge Salgado falou em pronunciamento picotado pela internet problemática. Sem permitir questionamentos de jornalistas, ele se desculpou com a torcida e admitiu o retumbante fracasso do futebol cruz-maltino.

Jorge Salgado tenta comandar, sozinho, a reformulação no departamento de futebol do Vasco (Reprodução/VascoTV)
Jorge Salgado tenta comandar, sozinho, a reformulação no departamento de futebol do Vasco (Reprodução/VascoTV)
Foto: Lance!

- Estou aqui falando com vocês, torcida do Vasco e telespectadores da Vasco TV. Realmente esse ano foi um desastre para o futebol do Vasco. Infelizmente. Quando começa o ano nós temos toda a possibilidade de realizar um bom trabalho, mas, no decorrer do ano, as coisas não foram dando certo e terminamos o ano dando um vexame tremendo, talvez tenha sido o pior ano da história do Vasco do ponto de vista de futebol. Não vou falar de outras coisas, só de futebol. Pedir as minhas desculpas ao torcedor do Vasco e aos telespectadores da Vasco TV - afirmou o mandatário, olhando também para frente:

- A única coisa que posso dizer também é que já começamos a trabalhar para montar novamente o futebol para o ano de 2022. Então, mais uma vez, dizer que compactuo com o sentimento do torcedor e infelizmente é uma situação muito ruim. Vamos olhar para frente e ver o que podemos fazer para corrigir essa situação - finalizou Jorge Salgado.

O departamento de futebol do Vasco está acéfalo há mais de duas semanas. Fernando Diniz foi demitido e Alexandre Pássaro, pressionado, também não prosseguiu no clube. Não há vice-presidente na pasta. Ricardo Gomes negocia para retornar à Colina, mas outro diretor deverá ser contratado nos próximos dias para, a partir daí, o Cruz-Maltino iniciar a reformulação da comissão técnica e do elenco para a próxima temporada. Salgado já havia feito um pronunciamento, mas ainda não respondeu a questionamentos públicos desde que o não acesso do Vasco foi confirmado.

Lance!
Publicidade
Publicidade