PUBLICIDADE
Logo do Vasco

Vasco

Favoritar Time

Álvaro Pacheco se diz feliz com desempenho do Vasco e elogia Galdames

Treinador português concedeu coletiva após empate sem gols contra o Cruzeiro; confira os principais trechos de Álvaro Pacheco na entrevista.

16 jun 2024 - 22h24
(atualizado às 22h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Álvaro Pacheco, treinador do Vasco
Álvaro Pacheco, treinador do Vasco
Foto: Wagner Meier/Getty Images / Esporte News Mundo

O treinador Álvaro Pacheco demonstrou-se contente com a performance do Vasco diante do Cruzeiro, em jogo válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, realizado em São Januário. O comandante português, em entrevista coletiva, destacou os pontos positivos do Cruzmaltino na partida e, novamente, apontou evolução do time em comparação aos últimos jogos, algo que já havia feito na partida contra o Palmeiras, na última rodada.

Álvaro Pacheco, apesar de destacar o bom desempenho do clube carioca no confronto, revelou que sentiu-se frustrado com o resultado conquistado em São Januário, o empate em 0 a 0. Para ele, o Vasco merecia a vitória por ter sido melhor que o Cruzeiro em campo.

"A equipe vem crescendo. Aquilo que sinto como sendo o grupo, uma frustração muito grande. Mereciam os três pontos porque foram a melhor equipe em campo. Em função da evolução, vamos entendendo onde se sentem mais confortáveis. O Vasco às vezes joga com linha de cinco e principalmente de defender mais a largura. Conseguiram ter uma coragem muito melhor do que contra o Palmeiras", iniciou o treinador.

Em seguida, Álvaro Pacheco explicou como o Vasco se comportou taticamente na partida contra o Cruzeiro e reforçou o sentimento de frustração com o resultado obtido. Importante ressaltar que esta foi a primeira partida do comandante português em São Januário. O treinador, por sua vez, foi vaiado pela torcida na saída do gramado, que entoou gritos de "burro" ao português.

"Jogamos no 4-3-3, muitas das vezes no 4-4-2. Penso que estamos tristes, senti uma frustração muito grande por não ter conquistado a vitória que merecia. O primeiro tempo foi equilibrado, mas o segundo foi completamente dominado pelo Vasco. Foi capaz de controlar o jogo. Estou feliz pela exibição, mas triste pelo resultado", finalizou o português.

Álvaro Pacheco fala sobre Galdames

Um dos pontos mais polêmicos da coletiva de Álvaro Pacheco foi a declaração do treinador sobre a partida de Pablo Galdames. Para os torcedores do Vasco, o meia chileno não foi bem na partida - o mesmo, inclusive, saiu vaiado após substituição. No entanto, para Álvaro Pacheco, a partida de Galdames foi "fantástica", fala que foi motivo de irritação dos vascaínos na rede social.

"Galdames fez um jogo brutal. Teve uma capacidade, foi o rei da ação, um jogo posicional muito grande. Vejam a capacidade que ele teve. Enquanto técnico, o Galdames fez um jogo fantástico, mas eu entendo e respeito a opinião da torcida, que tem sempre razão. Mas, enquanto técnico e diante da estratégia para o jogo, entendíamos o Cruzeiro muito forte numa primeira fase de construção, é muito forte no jogo interior", disse Álvaro Pacheco.

Desempenho da equipe no jogo

"Nós produzimos. Tivemos mais arremates, ataques perigosos. Mas temos que ser realistas. Vimos dois jogos que tivemos resultados que não gostaríamos. A equipe entrou nervosa mas cresceu durante o jogo. Na primeira parte faltou celeridade, capacidade de decisão. Mas melhoramos na segunda parte, tivemos oportunidade. Mas acho que no futebol precisamos de um pouco de sorte. Nas oportunidades que tivemos, se tivéssemos feito o gol a equipe teria confiança maior. Foi um resultado injusto pelo desempenho dos jogadores", destacou o comandante.

Payet de volta? Treinador explica

Próximo ao fim da coletiva de imprensa, Álvaro Pacheco foi questionado sobre a situação de Payet, que ficou de fora do jogo contra o Cruzeiro por conta de uma lesão. O treinador, por sua vez, quer o retorno de Payet ao elenco.

"Sei que ele (Payet) já está fazendo treinamentos de transição, mas amanhã vou me aflorar daquilo de concreto se é possível ele voltar ou não. Gostaria que ele estivesse disponível para ter aquela dor de cabeça de treinador", disse.

Vegetti, suspenso, fora do próximo jogo

"Evidente que não podemos esconder a qualidade e influência do Vegetti na equipe. Ele é o melhor centroavante do futebol brasileiro. Confio em todos os jogadores e vão surgir oportunidades para outros mostrarem o desempenho que têm apresentado durante a semana de treinamento e terão a continuidade de mostrar o trabalho no jogo. Os jogadores gostam de treinar e ter a oportunidade de jogar. Não jogando o Vegetti, outro jogador terá a oportunidade", pontuou Álvaro Pacheco.

O Vasco está atualmente na 15ª posição da tabela do Campeonato Brasileiro, com sete pontos, apenas um ponto acima da zona de rebaixamento. Na próxima quarta-feira (19), às 20h, o clube carioca enfrentará o Juventude no estádio Alfredo Jaconi, localizado em Caxias do Sul (RS).

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade