0

Sem Bellucci e Bruno Soares, Brasil é convocado para Davis

23 jan 2018
13h15
atualizado às 13h22
  • separator
  • comentários

A Confederação Brasileira de Tênis divulgou nesta segunda-feira a lista de convocados para o Zonal das Américas da Copa Davis. Thiago Monteiro, João Pedro Sorgi e o jovem Thiago Wild serão os representantes do país nos jogos de simples. Nas duplas, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner serão os atletas a participar da disputa.

Thiago Monteiro, atual 116º no ranking da ATP, é uma das apostas do Brasil no duelo pela Copa Davis.
Thiago Monteiro, atual 116º no ranking da ATP, é uma das apostas do Brasil no duelo pela Copa Davis.
Foto: Nobutaka Saito

No entanto, o Brasil terá desfalques de peso. Thomaz Bellucci, Rogério Dutra Silva, João Souza, Guilherme Clezar e Bruno Soares recusaram a convocação. Rogerinho afirmou que seu objetivo é priorizar o calendário ATP, enquanto Bellucci, Feijão e Clezar estarão disputando torneios do circuito profissional na época dos jogos da Davis. Bruno Soares, por sua vez, optou por ficar com a família, que está prestes a crescer.

"Com a segunda gravidez da Bruna (esposa) e o nascimento do nenê programado para junho, vou ter que cortar algumas semanas do meu calendário para ver a minha família e acompanhar esse momento," explicou Bruno Soares. "Ela não poderá viajar nenhuma semana comigo e infelizmente, vou ter que abrir mão da Copa Davis em 2018 e dos ATPs de Stuttgart e de Estocolmo," lamentou o duplista top 10 do mundo.

O Brasil enfrenta a República Dominicana em confronto inédito, que será disputado entre os dias 2 e 3 de fevereiro, nas quadras rápidas do Club Deportivo Naco, na capital do país caribenho. Se a equipe brasileira vencer, encara quem sair do duelo entre Colômbia e Barbados para tentar uma vaga no playoff para o Grupo Mundial.

"Essa Copa Davis é muito complicada por isso, por ser na quadra dura com data um pouco inconveniente. Temos que compreender. Os quatro ATPs que possuem no período são torneios muito importantes para todos da América do Sul. A grande maioria das vezes que foram solicitados o Rogerinho, o Thomaz e o Bruno jogaram, o Feijão e o Clezar também. Todos eles já têm um serviço importante prestado ao Brasil na Copa Davis e temos que entender que é realmente inadequado terem que quebrar seus calendários para jogar uma Davis. Também seria compreensível se o Marcelo e o Monteiro não quisessem jogar", avaliou o capitão João Zwetsch.

 

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade