0

Nishikori vence Paire no ATP 500 de Tóquio; Anderson também avança

3 out 2018
09h42
  • separator
  • comentários

Bicampeão do torneio, Kei Nishikori deu um importante passo nesta quarta-feira rumo ao seu terceiro título do ATP 500 de Tóquio. Jogando com o apoio da torcida, o japonês derrotou o francês Benoit Paire por 2 sets a 0, parciais 6/3 e 7/5, e avançou às quartas de final do torneio asiático. Na próxima rodada, o atual número 12 do mundo enfrentará o vencedor do duelo da nova geração, entre o grego Stefanos Tsitsipas e o australiano Alex De Minaur.

Favorito para o duelo, Nishikori mostrou todo seu talento e capacidade já no começo da partida, ao quebrar duas vezes o saque de Paire e abrir 5/0 no primeiro set. O francês até chegou a mostrar uma pequena reação ao deixar 5/3, porém o tenista da casa não bobeou mais e não perdeu nenhum ponto no game que sacou para fechar a primeira parcial em 6/3.

Já no segundo set, quem começou melhor foi o francês, que quebrou o saque do adversário e fez 3/0 a seu favor. No entanto, Nishikori não só quebrou o saque do oponente no quinto game e igualou em 3/3, como venceu novamente o saque de Paire e fez 5/3.

Mesmo com a reviravolta, Paire se mostrou concentrado e quebrou o saque d o japonês no momento que adversário sacava para definir a partida. Mas o dia era mesmo de Nishikori, que devolveu a quebra e sacou sem dificuldades para definir o set em 7/5 e o jogo em 2 sets a 0.

Quem também venceu no ATP 500 de Tóquio foi Kevin Anderson. O sul-africano fez sua estreia no torneio asiático e precisou jogar em alto nível para vencer, de virada, o australiano Matthew Ebden por 2 sets a 1, parciais 4/6, 7/6 (1) e 6/2.

Favorito para a partida, Anderson não começou bem, não tendo chances reais de quebrar o saque do adversário e perdendo o primeiro set por 6/4. Curiosamente, o sul-africano não conseguiu quebrar o saque de Ebden no segundo set, mas venceu a parcial no tiebreak, por 7-1 e deixou tudo igual. Já no terceiro e último set, o atual número nove do mundo quebrou duas vezes o saque do adversário e venceu por 6/2.

Favoritos para chegarem na semifinal, Anderson e Nishikori tem uma coisa em comum: os dois já foram vice-campeões do US Open, último Grand Slam do ano. Enquanto que o sul-africano conseguiu o feito ano passado, o japonês teve o prazer de jogar a grande decisão do torneio americano em 2014.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade