0

Kyrgios diz não ter medo de medalhões e prevê jogo disputado com Coric

25 mar 2019
11h19
  • separator
  • comentários

Da excentricidade com que Nick Kyrgios concede suas entrevistas não dá para reclamar. A mais nova delas aconteceu neste domingo, após a vitória sobre Dusan Lajovic, que garantiu o australiano nas oitavas de final do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos. O número 33 do ranking mundial da ATP afirmou que, se vier a enfrentar um dos três melhores do mundo na sequência da competição, não há porque ter medo.

"Quando vou para quadra, não muda nada se vou enfrentar (Alexander) Bublik, (Roger) Federer ou Rafa (Nadal). Todos são seres humanos", afirmou, ao jornal Daily Mail. "Claro que Federer é um cara incrivelmente talentoso, mas se cansa em situações tensas. Djokovic tem dificuldade com bolas curtas, não gosta de vir à frente e seu segundo saque é um ponto fraco. Rafa gosta de jogar na defensiva, buscando contra-golpear com seu poderoso forehand. Todos têm pontos fracos e se você joga da forma correta pode vencê-los", completou.

Dos três melhores tenistas do mundo, apenas Rafael Nadal não disputa o torneio norte-americano, já que ainda está  recuperando de lesão. Mas antes de pensar em Djokovic e Federer, Kyrgios terá de voltar suas atenções para Borna Coric (13), seu adversário nas oitavas de final, em duelo marcado para esta terça-feira. Segundo o australiano, a partida tem tudo para ser disputada.

"Borna é um competidor incrível, um dos melhores jogadores do mundo. Ele sabe como vencer uma partida e é um ótimo atleta, que se movimenta muito bem e não te dá um ponto de graça. Mas não estou pensando nele neste exato momento porque ainda terei um dia de descanso", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade