0

Dupla número um do mundo, Melo e Kubot estão confirmados no Rio Open

6 fev 2018
13h41
atualizado às 13h41
  • separator
  • comentários

A ATP divulgou nesta terça-feira a lista das duplas que disputarão a edição 2018 do Rio Open. Com sete campeões de Grand Slam, o torneio segue tendo uma das chaves de duplas mais fortes dos últimos anos, com Marcelo Melo e Bruno Soares e seus parceiros de circuito, Lukasz Kubot e Jamie Murray, respectivamente, sendo as principais atrações.

A novidade na lista fica por conta do polonês Lukasz Kubot, que confirmou sua presença ao lado de Marcelo Melo, garantindo na chave do Rio Open, os atuais números 1 do mundo no ranking individual de duplas da ATP. Melo e Kubot, que já conquistaram títulos de Grand Slams com parceiros diferentes (Melo com Ivan Dodig, em Roland Garros - 2015, e Kubot com Robert Lindstedt, no Australian Open - 2014), foram a maior sensação do circuito de duplas em 2017. O time conquistou seis títulos na última temporada, sendo o maior deles em Wimbledon, além de 3 Masters 1000, terminando o ano considerada a melhor parceria do mundo. Disputando o Rio Open pelo segundo ano consecutivo, Melo e Kubot vão em busca do décimo título da parceria.

Quem também busca o primeiro troféu de um brasileiro no maior torneio da América do Sul é Bruno Soares, que atuará ao lado do britânico Jamie Murray. A parceria iniciada em 2016, conquistou logo em seu primeiro ano os títulos do Australian Open e do US Open. Em 2018, Soares e Murray começaram a temporada com o vice no ATP 250 de Doha, disputando a 12ª final da parceria.

A chave também contará com Juan Sebastian Cabal e Robert Farah. Campeões do Rio Open nas edições de 2014 e 2016, os colombianos voltam ao Rio de Janeiro após grande atuação no Australian Open, onde foram vice-campeões. O espanhol Marc Lopez, campeão de Roland Garros em 2016 (com Feliciano Lopez) e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (com Rafael Nadal), o italiano Fabio Fognini, campeão do Australian Open em 2015 (com Simone Bolelli) e o uruguaio Pablo Cuevas, campeão de Roland Garros em 2008 (com Luis Horna), completam a estrelada lista de campeões de Grand Slam.

Outros destaques incluem o espanhol Pablo Carreno Busta, atual vencedor do torneio brasileiro ao lado de Pablo Cuevas e finalista na chave de duplas do US Open em 2016, o mexicano Santiago Gonzalez, vice-campeão de Roland Garros na última temporada, os argentinos Guido Pella e Diego Schwartzman e Nikola Mektic e Alexander Peya, dono de 15 títulos no circuito, 12 deles ao lado do brasileiro Bruno Soares, seu antigo parceiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade