PUBLICIDADE

Tênis

Bia Haddad tem pedreira pela frente no WTA de Berlim

Paulistana estreia na grama contra russa 16ª do mundo e terá número 2 logo nas oitavas

15 jun 2024 - 09h48
(atualizado às 09h48)
Compartilhar
Exibir comentários
Bia Haddad /
Bia Haddad /
Foto: Jimmie 48 Photography/WTA / Esporte News Mundo

Bia Haddad Maia, número 20 do mundo, conheceu, neste sábado, sua rival de estreia no WTA 500 de Berlim, na alemanha, com premiação de US$ 922 mil, R$ 4,9 milhões. 

A brasileira não terá vida fácil logo de cara. Ela enfrenta a russa Ekaterina Alexandrova, 16ª do mundo. O retrospecto é favorável com três vitórias da brasileira em três jogos e a russa venceu apenas um de seus últimos sete jogos, mas nesta temporada já derrotou Iga Swiatek em Miami nas oitavas de final, torneio onde foi semifinalista.

Se vencer, Bia terá a segunda do mundo, a americana Coco Gauff, que é a principal favorita do evento após a saída de Swiatek. Caso o confronto aconteça, seria inédito.

Nas quartas ela teria a 10ª do ranking, a tunisiana Ons Jabeur, que tem final de Wimbledon nos dois últimos anos e venceu Berlim em 2022.

No outro lado da chave, a bielorrussa Aryna Sabalenka é a cabeça de chave 2. A terceira do mundo aguarda pela russa Daria Kasatkina ou a ucraniana Marta Kostyuk nas oitavas e tem a atual campeã de Wimbledon, a tcheca Marketa Vondrousova nas quartas e na semi a campeã do Aberto da Inglaterra de 2022, a cazaque Elena Rybakina, quarta colocada. Rybakina estreia contra uma qualifier ou a russa Liudmila Samsonova.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade