0
ATP

Cilic vence surpresa britânica e vai à final na Austrália

25 jan 2018
10h17
atualizado às 10h27
  • separator
  • comentários

O Aberto da Austrália de 2018 conheceu nesta quinta-feira o seu primeiro finalista. Depois de jogar em alto nível diante do líder do ranking mundial, Marin Cilic confirmou o favoritismo diante da surpresa britânica Kyle Edmund e se garantiu na decisão do torneio após a vitória por 3 sets a 0, parciais 6/2,7/6 (4) e 6/2.

Foto: Reuters

A partida contra Edmund foi marcada pelo domínio do tenista croata desde o início. O primeiro set chamou a atenção pela dificuldade física do britânico de bater o forehand e com sua longa pausa após o fim da parcial cogitou que o garoto poderia desistir do jogo. No entanto, ele não apenas retornou para quadra como levou o segundo set para o tiebreak. A vitória de Cilic veio no terceiro set, com um novo 6/2 e a vaga para sua primeira final no Aberto da Austrália.

A trajetória para chegar na grande final começou diante do canadense Vasek Pospisil. Depois da vitória por quatro sets,  Marin Cilic derrotou tanto João Sousa como Ryan Harrison por sets diretos e alcançou a quarta rodada dante do espanhol Carreno Busta. A partida foi a primeira que obrigou o croata a jogar em alto nível. Em quatro sets, sendo três deles resolvidos no tiebreak, o jogo foi decidido nos detalhes e mostrou que o campeão do Aberto dos Estados Unidos de 2014 estava pronto para encarar o número um do ranking mundial, Rafael Nadal.

A partida diante do Touro Miúra foi uma das mais emocionantes e disputadas de todo o torneio. Jogando muito bem na linha de base, Cilic conseguiu ganhar o segundo set e levar o terceiro para o tiebreak. Mesmo coma derrota na terceira parcial e a desvantagem no placar, o croata continuou atuando de forma consistente e chegou até as semifinais depois de Nadal desistir da partida no último set devido a problemas físicos.

Apesar da derrota, Edmund tem muito a comemorar neste primeiro Aberto da Austrália. O jogador britânico fez a sua melhor campanha em torneios Grand Slams e mostrou que pode ser um dos grandes nomes o tênis nas próximas temporadas. Além disso, foi bastante elogiado após a vitória nas quartas de final diante do búlgaro Grigor Dimitrov, número três no ranking mundial.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade