7 eventos ao vivo
Logo do Sport
Foto: terra

Sport

Presidente do Sport apoia Luxemburgo: "Tem carta branca"

4 set 2017
19h25
atualizado às 19h25
  • separator
  • comentários

Vanderlei Luxemburgo recebeu nesta segunda-feira o importante respaldo da diretoria do Sport. A alta cúpula rubro-negra compareceu em peso no treinamento da equipe e, em entrevista coletiva, o presidente do clube, Arnaldo Barros, deixou claro que o treinador do Leão tem carta branca para administrar a delicada situação do time da maneira que ele achar mais conveniente.

Após a goleada sofrida para o Grêmio por 5 a 0 no último sábado, Luxemburgo não se conteve em entrevista coletiva e cobrou de maneira bastante rígida seus jogadores. Inconformado com a derrota elástica, o técnico sinalizou que alguns atletas poderiam estar fazendo corpo mole, uma vez que dos últimos 15 pontos em disputa, o Sport conquistou apenas dois.

"Na consideração da diretoria, em momento algum passa a hipótese de trocar de comando. O treinador é o Luxemburgo. E não é que ele tenha carta branca a partir de agora para modificar o elenco. Na verdade, ele sempre teve. Temos que respeitar os profissionais em sua área de atuação, não teia sentido uma diretoria não dar carta branca para cada profissional fazer as coisas que acha que deve", disse o presidente do Sport, Arnaldo Barros, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Embora o Grêmio figure na vice-liderança do Brasileirão, o time que foi a campo no último domingo estava repleto de reservas. Mesmo assim, a equipe comandada pelo técnico Renato Gaúcho não tomou conhecimento do rival e passeou em campo. Sem vencer há cinco jogos, o Sport e a quatro pontos da zona de rebaixamento, o Sport já liga o alerta para evitar qualquer chance de briga contra a degola.

"O momento é delicado, difícil e que exige medidas, esclarecimentos e reclamações. Ponderações também. Nós tivemos uma conversa franca e necessária, tudo visando à correção de eventuais equívocos e excessos. Queremos voltar a figurar na zona de classificação para a Libertadores", afirmou Arnaldo Barros, lembrando que Luxemburgo já chegou a levar a equipe à quinta colocação na tabela.

"O mesmo grupo de atletas, a mesma comissão técnica e diretoria foram capazes de chegar. Como já fomos capazes de uma reação semelhante àquela depois da derrota contra o Vitória, esse mesmo grupo de pessoas tem condições de reagir agora", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade