0

Técnico do sub-20 projeta Copinha e se espelha em Jardine no São Paulo

29 dez 2018
08h09
atualizado às 09h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Principal torneio de base do Brasil, a Copa São Paulo tem início marcado para o dia 2 de janeiro. Atual vice-campeão, o Tricolor será comandado por um estreante na competição. Trata-se de Orlando Ribeiro, de 51 anos, a quem foi dada a missão de levar o time sub-20 ao tetracampeonato.

"A responsabilidade é grande. Eles [os jogadores] sabem e estão acostumados a isso, afinal de contas não é qualquer equipe que chega a dez finais [de Copinha]", afirmou o treinador, após comandar uma atividade, na última quinta-feira, no CT de Cotia.

Atual campeão da Copa do Brasil e da Supercopa do Brasil, o São Paulo chega como um dos principais favoritos ao título, apesar das ausências de Walce, Luan, Igor Gomes e Jonas Toró, convocados para defender a Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20 do Chile, em janeiro.

"A gente costuma colocá-los sempre como favoritos, para depois não pesar quando eles receberem esse rótulo. Eles têm que ser considerados favoritos por tudo o que já fizeram, mas têm que jogar também como favoritos, não ser só considerado", ponderou.

Apesar da busca pela taça, Ribeiro não a coloca à frente do intuito de revelar jogadores na competição. "Estamos há um bom tempo tentando chegar a finais e ter meninos no profissional. Estamos conseguindo fazer isso, então a tendência é que a gente melhore cada vez mais. Se tiver sempre assim, a gente não vai precisar escolher", explicou.

Substituto de André Jardine no sub-20, Orlando Ribeiro tem o técnico do time principal como referência. Após três temporadas bem-sucedidas na base são-paulina, Jardine foi promovido a auxiliar da equipe profissional e posteriormente efetivado como treinador.

"A ideia é realmente chegar ao profissional. Nós sabemos que o São Paulo dá essa possibilidade, então a gente procura fazer o melhor, sempre estar conversando com algumas pessoas, para estar preparado quando a oportunidade aparecer", disse.

Ribeiro, aliás, parece se inspirar no colega até em relação a conceito de jogo. Ao menos foi o que indicou ao citar as características do time que disputará a Copa São Paulo de 2019, semelhantes ao que o técnico prega no profissional.

"É uma equipe que joga ofensivo, procura marcar a equipe adversária no seu campo defensivo, e técnica e taticamente a gente procura escolher os melhores", concluiu.

Sediado em Araraquara, o São Paulo compõe o Grupo 7 da Copinha ao lado da anfitriã Ferroviária, do Serra-ES e do Holanda-AM. A estreia está marcada para o dia 3, às 21 horas (de Brasília), diante dos amazonenses.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade