PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Favoritar Time

Reinaldo relembra provocações de atletas do Palmeiras: "Passou do ponto"

O lateral-esquerdo ainda não esqueceu do que houve em campo em alguns destes clássicos da temporada

29 jun 2022 - 06h06
(atualizado às 08h22)
Ver comentários
Reinaldo durante partida do São Paulo
Reinaldo durante partida do São Paulo
Foto: Caio Henrique/Agencia F8 / Gazeta Press

São Paulo e Palmeiras já se enfrentaram cinco vezes em 2022, sendo o último deles na última quinta-feira, pela Copa do Brasil, mas o lateral-esquerdo Reinaldo ainda não esqueceu do que houve em campo em alguns destes clássicos da temporada, que já valeram até disputa de título do Campeonato Paulista. Em entrevista ao podcast De Lavada, o jogador falou sobre provocações dos jogadores do Verdão desde a final do Estadual.

"Todo mundo veio me falar e o time deles também que eu não sei perder, eu sei perder, eu perdi a final do Campeonato Paulista e fiquei quieto e eles ganharam e ficaram falando um monte de bobagem e querendo ou não a gente vê. Então, já vem da final do Paulista. Ganha, fica quietinho, já ganhou, parabéns e tal. Até porque um ano antes nós ganhamos deles no Morumbi, fomos campeões em cima deles, não pode esquecer, e nós comemoramos com o nosso torcedor. Não ficamos provocando o Palmeiras, falando um monte de asneira e eles falaram no Campeonato Paulista", relatou Reinaldo, que prosseguiu.

"Eu acho que passou do ponto e muito ainda. Nossa equipe veio de um 3 a 1 (na primeira partida da decisão do Paulistão) e a gente perdeu uma final (4 a 0, na casa palmeirense), tava todo mundo bravo, todo mundo mordido e aí vê o adversário ainda querendo zuar e falar coisas", contou o lateral-esquerdo.

No último dia 20, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras venceu o clássico de virada por 2 a 1 com os gols marcados nos últimos cinco minutos. Imagens da TV mostraram Reinaldo indo tirar satisfação com o volante Gabriel Menino.

"Na hora do jogo não, só que depois. Na virada do 2 a 1, o Gabriel Menino chutou a bola e eu vi, o Luciano viu lá do banco, chutou a bola no nosso torcedor e ficou gritando pro nosso torcedor. Na nossa casa não posso deixar fazer isso. Ele chutou a bola de propósito no nosso torcedor e ficou gritando pro nosso torcedor, beleza. Você acha isso certo? Eu não acho. Eu não vou chegar na casa deles ganhando, ganhar o jogo e chutar a bola nos torcedores porque pode ter crianças, idosos, a bola pegar e acontecer um pior. Eu não aceito isso, ainda mais dentro da nossa casa", explicou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade