1 evento ao vivo

Jesus acusa "antijogo da Arábia" do São Paulo e Diniz rebate

29 set 2019
07h12
atualizado às 09h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Paulo Sérgio/Agência F8 / Estadão

No jogo que marcou a estreia de Fernando Diniz, disputado na noite deste sábado, o São Paulo conseguiu segurar o líder Flamengo em pleno Maracanã lotado e voltou com o empate sem gols. Satisfeito com a performance de seu time, o novo técnico rebateu o rival Jorge Jesus.

Apoiado por sua torcida, o Flamengo tratou de pressionar e, durante o segundo tempo, o português promoveu as entradas dos titulares Gerson, Rafinha e Filipe Luis. Ainda assim, com boas atuações de Volpi, Arboleda e Bruno Alves, o São Paulo conseguiu segurar o empate.

"Todos os jogadores tiveram uma participação muito boa, foram muito comprometidos com o que queriam, com espírito vencedor e, de fato, o São Paulo tem um ótimo elenco. Estou muito feliz com o resultado e, mais do que isso, pela maneira que foi construído", declarou Diniz. "O time foi guerreiro e teve coragem", avaliou.

Em sua entrevista coletiva, o técnico flamenguista Jorge Jesus acusou o São Paulo de praticar antijogo e afirmou que o árbitro Rafael Traci foi conivente. "O São Paulo tem grandes jogadores e não precisa fazer tanto antijogo, e o árbitro foi conivente. Parar o jogo porque estão com câimbras musculares? Me senti na Arábia Saudita. Lá que os jogadores se atiravam no chão. Parecia que estava na Arábia Saudita. Se for uma lesão, tudo bem. Mas câimbras não é para paralisar o jogo".

Questionado sobre a declaração do adversário, com o tom sereno de sempre, Fernando Diniz tratou de rebater. "Não concordo. Pelos números, o Flamengo só fez cinco faltas a menos. Então, fez bastante falta no jogo. Inclusive, teve um pisão do Gabigol que o árbitro podia ter chamado e expulsar, com já expulsaram outras vezes. Opinião, é isso: cada um tem a sua", declarou.

Com 36 pontos ganhos, o São Paulo dormiu na sexta posição do Campeonato Brasileiro. Pela 23ª rodada do torneio nacional, o time comandado por Fernando Diniz volta a campo para enfrentar o Fortaleza às 17 horas (de Brasília) de sábado, no Estádio do Pacaembu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade