0

Diniz comemora empate e exalta postura do time: 'Tiveram coragem'

Pela primeira vez, técnico esteve a frente no comando do Tricolor e confirma poucas mudanças. Ele também falou da amizade com Mancini, que pediu demissão do clube

28 set 2019
22h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Não teve os três pontos, mas a maioria dos jogadores do São Paulo destacou o empate com o Flamengo, no Maracanã. Neste sábado, Fernando Diniz estreou no comando do Tricolor e avaliou o seu primeiro jogo. O treinador parabenizou a postura do time diante do duelo pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Diniz: 'Subimos as linhas a hora que deu, a hora que não dava eles estavam com muita flutuação atrás, um jogo perigoso' (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
Diniz: 'Subimos as linhas a hora que deu, a hora que não dava eles estavam com muita flutuação atrás, um jogo perigoso' (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
Foto: Lance!

- Foi um bom resultado. O Flamengo vinha de uma sequência enorme de vitórias, batendo recordes. Fizemos um jogo que era preciso fazer. Muito inteligente o time foi taticamente. Corajoso. Subimos as linhas a hora que deu, a hora que não dava eles estavam com muita flutuação atrás, um jogo perigosos. Quando baixamos o bloco o time ficou mais seguro, tivemos chances de contra-ataque para matar o jogo também. O time foi muito guerreiro, tiveram coragem, se doaram. Merecemos o empate - disse antes de complementar.

- Acho que nas chances que tivemos podíamos ter ganhado o jogo, assim como poderíamos ter perdido. No jogo o Flamengo teve mais volume, mas em chance real não foi tão diferente. Também tivemos as nossas chances. Talvez quando tivermos a chance, termos sido mais felizes na conclusão - concluiu.

TABELA
> Confira a classificação do Brasileiro e simule os resultados

Por conta do pouco tempo, o treinador teve que aplicar mais sua teoria do que na prática. Diniz confirmou que procurou mexer o mínimo possível para não atrapalhar o entrosamento.

- Eu tentei mexer o mínimo possível nos jogadores. O Tchê Tchê, do jeito que fizemos a formação e do jeito que ele é versátil, ele se sacrificou para ocupar aquele espaço. Taticamente ele foi muito bem - afirmou.

O Tricolor saiu satisfeito com o ponto conquistado, que o deixou 36, na quinta colocação. Na próxima rodada, volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Fortaleza, no Morumbi.
OUTROS TRECHOS DA COLETIVA:

MANCINI
O Mancini é muito amigo, amigo mesmo. Falando dos jogadores é um reconhecimento de um trabalho de 10 anos. Eu tento tirar o melhor deles. Eles vão vendo o trabalho ao ponto de ter esse tipo de apelo e vontade de jogar comigo. Um grande troféu para mim.

SEGUROU O FLAMENGO
Esse tipo de questão é legal, mas acaba sendo um pouco reducionista. Qualquer um poderia ter feito o gol. Se tivesse feito um gol seria a euforia dos três pontos, se tivesse tomado... O Fluminense se defendia bem também. Uma das boas defesas do Volpi, se não tivesse feito... Ele fez defesas muito difíceis, teve uma participação muito efetiva, assim como os jogadores de trás. O time como um todo, todos os jogadores tiveram uma participação muito boa. Muitos comprometidos com aquilo que queríamos, um espírito vencedor. De fato o São Paulo tem um ótimo elenco.

CRÍTICAS DE JORGE JESUS AO SÃO PAULO
Eu não concordo. Pelos números eu acho que o Flamengo só fez cinco faltas a menos. Teve um pisão do Gabigol que o árbitro poderia ter chamado e expulsado, como já expulsaram outras vezes. Opinião é isso, cada um tem a sua. Foi um jogo muito inteligente do São Paulo.

O JOGO
Acho que nas chances que tivemos podíamos ter ganhado o jogo, assim como poderíamos ter perdido. No jogo o Flamengo teve mais volume, mas em chance real não foi tão diferente. Também tivemos as nossas chances. Talvez quando tivermos a chance, termos sido mais felizes na conclusão.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade