PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Ida de Wellington Nem ao SP é inviável, diz empresário

5 jan 2015 15h20
| atualizado às 15h51
ver comentários
Publicidade

Fracassou o plano B do São Paulo caso a contratação do atacante Dudu não vingue. Conforme os dirigentes do clube do Morumbi já imaginavam, o ucraniano Shakhtar Donetsk pretende receber alto para ceder Wellington Nem, o que inviabiliza a transação desejada pela diretoria tricolor.

"O São Paulo nos fez uma oferta, mas não foi aceita. Neste momento, é inviável para qualquer clube brasileiro contratar o Wellington Nem. Um time da China também nos procurou. O Shakhtar pagou 9 milhões de euros e não deseja se desfazer dele", avisou Eduardo Uram, empresário do atacante, ao jornal Agora São Paulo.

A diretoria do São Paulo ainda trabalha para trazer um atacante de velocidade para o elenco de 2015, como quer o técnico Muricy Ramalho. A prioridade é Dudu, do também ucraniano Dínamo de Kiev, disputado com o Corinthians.

Como a contratação de Dudu é difícil, o São Paulo já havia articulado o seu plano B. A ideia era acertar o empréstimo de um ano e meio de Nem, com possibilidade de compra. "É ainda mais inviável. Não existe essa possibilidade. Além do mais, o Wellington está bem na Ucrânia e tem contrato a cumprir até junho de 2018", enfatizou Uram.

Mesmo que continue à procura de um atacante e de um zagueiro canhoto - o Olympique de Marselha, da França, prefere ceder o jovem Dória a outro clube europeu -, o São Paulo está adiantado na montagem de seu plantel para a temporada. Já chegaram os laterais Bruno e Carlinhos, o defensor Breno (que precisará de bastante tempo para recuperar a forma), o volante Thiago Mendes e o meia-atacante Daniel.

Mercado da bola

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade