0
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

De olho em Lucca e Sheik, Dorival Jr vê Ponte Preta "traiçoeira"

9 set 2017
09h07
  • separator
  • comentários

Embora a Ponte Preta não esteja em seu melhor momento no campeonato, o técnico Dorival Jr mostrou que está bem atento com o que o próximo adversário do São Paulo no Brasileirão pode aprontar. Aproveitando o tempo livre que teve para treinamentos, o comandante tricolor não só ajustou sua equipe, como também estudou bastante os "traiçoeiros" rivais. E um aspecto chama bastante a atenção do treinador são-paulino: o contra-ataque da Macaca.

"A Ponte é uma equipe muito traiçoeira. É uma equipe que se prepara para receber em seu campo de defesa e tem um contra-ataque muito forte. Lucca, Emerson [Sheik], com potencial de definição muito bom. O Emerson merece atenção, Lucca também, a equipe da Ponte como um todo", afirmou Dorival Jr.

Ciente dos riscos que o adversário pode trazer, Dorival Jr procurou focar em alguns ajustes defensivos nos últimos dias justamente para minar as chances da Ponte Preta voltar para Campinas com uma vitória. O desempenho abaixo da média da zaga tricolor nos últimos jogos também não passou batido pelo técnico são-paulino.

"Espero o São Paulo preparado para qualquer situação, para que evite as possibilidades da Ponte. Todos os trabalhos ao longo desses dias foram voltados a isso. Tomamos nos últimos jogos um número de gols excessivo para uma equipe como o São Paulo. Espero que encontremos os resultados mais rápido e que melhoremos nosso posicionamento de um modo geral", completou.

Até palestra motivacional rolou no CCT da Barra Funda antes do confronto contra a Ponte Preta. Vice-lanterna do Brasileirão, o São Paulo se apoia em quase tudo para seguir firme no objetivo de se manter na elite do futebol nacional e evitar um vexame inédito na história do clube.

"Tivemos uma palestra importante, espero que tudo isso, somado com o trabalho desenvolvido em campo, possa nos ajudar a encontrar o caminho e os resultados. Retomando a confiança, é natural que você produza muito mais e coletivamente os resultados comecem a aparecer. Já estivemos bem próximos de alcançarmos tudo isso, mas ainda não tivemos competência para finalizar esse processo e abrir uma possibilidade real de recuperação", concluiu Dorival Jr.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade