PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Após ganhar chances com Ceni, Shaylon perde espaço; permanência no São Paulo é incerta

Meia atuou em dois jogos com Rogério Ceni no comando do Tricolor, mas não é relacionado desde a derrota para o Flamengo, há quatro partidas. Contrato termina em janeiro de 2022

4 dez 2021 08h15
ver comentários
Publicidade

A chegada de Rogério Ceni parecia ser uma nova oportunidade para Shaylon mostrar o seu futebol e ganhar espaço no São Paulo. No entanto, ele foi utilizado em somente duas partidas, ambas saindo do banco de reservas e perdeu espaço novamente.

Shaylon voltou a perder espaço no São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)
Shaylon voltou a perder espaço no São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Shaylon foi utilizado por Ceni nos jogos contra Bahia e Flamengo. Em Salvador, ele entrou no intervalo e participou do segundo tempo da derrota por 1 a 0. Na ocasião, ele já estava a quase dois meses sem ser aproveitado. Depois, ele jogou 20 minutos no revés por 4 a 0 para o Flamengo.

Desde então, já são quatro partidas (Palmeiras, Athletico-PR, Sport e Grêmio) fora até mesmo do banco de reservas. Nesta temporada, Shaylon soma 11 jogos pelo São Paulo, com quatro vitórias, dois empates e cinco derrotas, somando uma assistência.

Permanência no São Paulo é incerta

Com contrato somente até 21 de janeiro de 2022, Shaylon tem a sua permanência no São Paulo tratada como incerta. Sem convencer Crespo e agora Rogério Ceni, o jogador já pode assinar pré-contrato com outra equipe.

No São Paulo desde 2017, ele foi emprestado para Sport e Goiás. Voltou ao São Paulo nesta temporada, atuou em alguns jogos, mas não correspondeu. A diretoria são-paulina não deve fazer esforços para manter o meia depois do final de seu vínculo.

Lance!
Publicidade
Publicidade