9 eventos ao vivo

Santos vê concorrência por "medalhão" e cogita caça a técnico do Vélez

30 out 2013
07h00
atualizado às 07h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A diretoria do Santos direciona atenções para a definição do seu treinador para a próxima temporada. Com concorrência para avançar nas negociações com um "técnico medalhão" no País, o Comitê Gestor do clube estuda alternativas e já cogita, inclusive, voltar a buscar uma nova filosofia de trabalho no mercado argentino. O novo alvo é Ricardo Gareca, do Vélez Sarsfield.

<p>Gareca foi advers&aacute;rio do Santos na Libertadores; ap&oacute;s Bielsa e Martino, clube mira outro argentino</p>
Gareca foi adversário do Santos na Libertadores; após Bielsa e Martino, clube mira outro argentino
Foto: Reuters

"Tudo é considerado (na escolha do treinador para 2014). Não temos uma definição, ainda, pois há uma distância entre o que você quer e o que é possível. As vezes direcionamos, tentamos conquistar e ficamos distantes da realidade. O exemplo mais recente foi quando o Comitê anterior mirou o Bielsa, viu que não era possível, e depois negociou com o Tata Martino, usando a direção correta. Era um treinador muito bom, que fazia um trabalho sensacional, tanto que foi para o Barcelona. Isso fez parte das ideias do outro Comitê e é considerado, também. Pensamos em muitas coisas para tentar implantar, mas há uma série de dificuldades. Deixamos o campeonato correr para ver o mercado", disse o promotor Francisco Cembranelli, membro influente do Comitê.

A procura por Gareca pode ser oficializada já nesta semana. O clube argentino estará no Brasil para o primeiro jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana, contra a Ponte Preta, nesta quinta-feira. Cembranelli confirmou que estuda enviar alguém para assistir ao confronto. O Santos, apesar de não externar, pode já iniciar conversas com o treinador.

"Gosto do Gareca. Eu, particularmente, nem precisaria observá-lo pessoalmente, pois estive na Argentina para assistir o jogo do Santos contra o Vélez (pelas quartas de final da Copa Libertadores de 2012) e conversei com torcedores do clube que elogiaram (o seu trabalho). Basta ver na internet o trabalho dele, assim como vemos o dos outros, até o do técnico do Santos", explicou. "Estamos conversando (de enviar alguém a Campinas) e vamos definir até quinta-feira. Não temos definição, ainda", completou.

O dirigente ressalta, no entanto, que o Santos não tem pressa para a definição de seu novo comandante para a próxima temporada. "O importante é anunciar bem, não rápido", ressaltou. Cembranelli também elogiou os nomes de Tite, do Corinthians, além de Abel Braga e Mano Menezes, desempregados.

"A gente fala em nomes (no Comitê) e consideramos uma série de fatores. Todos (Tite, Abel Braga e Mano) têm o seu valor. Eles tiveram sucesso em seus clubes, são nomes tarimbados, mas não vamos antecipar nada", disse o promotor Francisco Cembranelli, membro influente do Comitê Gestor.

O projeto de contar com Tite é visto como complicado devido à concorrência. Os dirigentes tem informações de que o treinador do Corinthians pode assumir o Internacional no próximo ano e Mano, consequentemente, voltar ao rival. Abel, por sua vez, é considerado caro e, quando consultado, não se animou em assumir o clube já nesta temporada.

Claudinei Oliveira enfrenta pressão no cargo, então amenizada por um esboço de arrancada nas últimas três rodadas da competição. O técnico cobrou a diretoria por uma definição sobre a sua situação após o empate por 1 a 1 no clássico contra o Corinthians, no último domingo, em Araraquara. O membro do Comitê Gestor preferiu não responder e ressaltou, somente, entender a expectativa do treinador, mas que a decisão sairá "no tempo do Comitê".

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade