PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Santos espera Diego, mas ganha concorrência de clube turco

13 mai 2014 07h00
| atualizado às 07h59
ver comentários
Publicidade
<p>Diego já avalizou oferta do Santos, mas não descarta permanecer</p>
Diego já avalizou oferta do Santos, mas não descarta permanecer
Foto: Getty Images

O Comitê Gestor do Santos está confiante no sonho de repatriar o meia DIego, atualmente no Atlético de Madrid, da Espanha. O clube já tem um sinal positivo do estafe do jogador para a proposta feita ainda em janeiro, caso opte por retornar ao Brasil, mas ganhou um concorrente europeu que pode atrapalhar os planos de retorno.

O Terra apurou que o Besiktas, da Turquia, enviou há cerca de dez dias uma proposta ao pai do atleta, Djair Cunha. As conversas caminham. A oferta inicial dos turcos é por três anos de contrato e luvas de 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 4,5 milhões), além de comissão vantajosa ao pai e representante do jogador.

A contratação do antigo camisa 10 ganhou ainda mais força após a perda inesperada do Campeonato Paulista para o Ituano. A não conquista pressionou a diretoria a necessidade de realizar uma contratação de impacto. Além disso, passaram a tratar a conquista do Brasileiro como espécie de obsessão interna no segundo semestre.

Apesar de ter preterido um acordo no início deste ano, o meia é visto como opção prioritária já que não terá mais vínculo contratual com o Wolfsburg, da Alemanha, e nem com o clube espanhol, onde tem contrato de empréstimo até o meio do ano. O bom histórico comportamental fora de campo aliado a necessidade do clube de um típico meio-campista armador reforçam a busca.

Em janeiro, o Santos afirmou que havia acertado as bases financeiras para anunciar a contratação do jogador em julho, mês do término do contrato com o Wolfsburg. A chegada, no entanto, estava condicionada a um não acerto outro clube europeu no período, prazo estabelecido pelo próprio jogador para decidir o futuro. Na ocasião, o Terra noticiou que o acordo tinha como base salários de R$ 800 mil mensais, mais o pedido das luvas de R$ 3 milhões para assinar um contrato de três anos e voltar ao País.

A vinda, mais uma vez, depende da negativa as prováveis propostas europeias. Diego ainda tem mercado no continente e prioriza permanecer. O técnico Oswaldo de Oliveira externou, inclusive, que observa o fim de temporada do Atlético de Madrid para a possível chegada.

"Com relação ao Diego tem muito a ver com o resultado da (final) da Liga dos Campeões da Europa, se vencer vai ter uma valorização e as propostas europeias superam, e muito, as nossas possibilidades. Do contrário (se perder), aumentam as nossas chances e sonho, sim, com o Diego", explicou o treinador.

Para o segundo semestre, o clube está próximo de anunciar a contratação do volante Renato, também bicampeão brasileiro e que deixou o Santos no mesmo período de Diego, em 2004. O veterano, que completa 35 anos no próximo dia 15, passa por avaliações médicas e assinará até dezembro deste ano.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
Publicidade
Publicidade