PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Oswaldo cita desejo de voltar de Renato e sonha com Diego

7 mai 2014 13h38
| atualizado às 13h50
ver comentários
Publicidade
<p>Diego ainda não definiu o seu futuro após a Copa do Mundo</p>
Diego ainda não definiu o seu futuro após a Copa do Mundo
Foto: Albert Gea / Reuters

O técnico Oswaldo de Oliveira afirmou que aguarda por um desfecho positivo nas negociações com o volante Renato, do Botafogo. O comandante santista alegou que se apega a um pedido de volta externado pelo próprio jogador antes de sair do clube carioca, em dezembro do último ano, e que também observa o fim de temporada do Atlético de Madrid para voltar a sonhar com a possível chegada do meia Diego.

"O Renato tem contrato com o Botafogo, acaba em junho, e temos que esperar para ver o que vai acontecer", disse o treinador. "Ainda não conversei com ele (agora), mas quando saí do Botafogo me disse: 'me leva de volta para a minha casa (se referindo ao Santos, onde jogou de 2000 a 2004)'", completou.

Oswaldo já havia externado técnico que pediu à diretoria do Santos a contratação do experiente volante, que completa 35 anos no próximo dia 15, e que já pensava, inclusive, na utilização do jogador para realizar uma espécie de revezamento com Arouca, a quem apontou sofrer com desgastes físicos nos últimos jogos.

"Eu pedi o Renato e as coisas estão andando. Nós vamos tentar trazê-lo de volta. Quando conversei com a diretoria pela primeira vez, ainda na final do campeonato passado, houve essa menção e fiquei muito satisfeito com a possibilidade. Agora tem dois, talvez três lados, que precisam se acertar. Fico só na expectativa", disse o treinador na ocasião.

A vinda do volante tem a aprovação de jogadores do elenco. Alan Santos afirmou que considera a chegada do meio-campista, a quem chamou de "espelho", importante para o elenco e alegou que o ídolo pode ajudar a equipe no restante da temporada. Renato tem contrato até 30 de junho e deve se desligar logo do Botafogo.

Apesar de ter preterido um acordo no início deste ano, Diego é visto como opção prioritária já que não terá mais vínculo contratual com o Wolfsburg, da Alemanha, e nem com o clube espanhol, onde tem contrato de empréstimo até o meio do ano. Além disso, o bom histórico comportamental fora de campo aliado a necessidade do clube de um típico meio-campista armador reforçam a busca pelo antigo camisa 10.

"Com relação ao Diego tem muito a ver com o resultado da (final) da Liga dos Campeões da Europa, se vencer vai ter uma valorização e as propostas europeias superam, e muito, as nossas possibilidades. Do contrário (se perder), aumentam as nossas chances e sonho, sim, com o Diego", explicou.

Em janeiro, o Santos afirmou que havia acertado as bases financeiras para anunciar a contratação do jogador em julho, mês do término do contrato com o Wolfsburg. A chegada, no entanto, estava condicionada a um não acerto outro clube europeu no período, prazo estabelecido pelo próprio jogador para decidir o futuro. A recente boa exposição na Liga dos Campeões da Europa, principalmente pelo gol decisivo no jogo de ida diante do Barcelona, pelas quartas de final da competição, esfriaram a empolgação.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
Publicidade
Publicidade